quarta-feira, 10 de agosto de 2022
24.4 C
Vitória

[Vídeo] ‘Zagueiro artilheiro’ e dono de chute poderoso, Geraldão fala ao MovNews

Um gol de falta imortalizado no olhar do público presente no Estádio Alberto Tavares Silva, em Sergipe, capital piauiense. Hoje disponível para todos na internet, o petardo de Geraldo Dutra Pereira, o Geraldão, abriu o placar da vitória do Cruzeiro por 3 a 0 sobre o Piauí, com Hamilton marcando duas vezes, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro de 1986 (à época chamado Copa Brasil).

A força, a curva e a precisão no chute são características que ficaram marcadas em quem viu Geraldão nos gramados durante os anos 1980 e primeira metade da década de 1990. Revelado no Cruzeiro, abriu caminhos para outros jogadores brasileiros no futebol árabe quando, em 1981, estreou pelo Al-Arabi Doha, time do Qatar.

De volta ao clube do coração, chamou a atenção do Futebol Clube do Porto, de Portugal, em 1987, quando transferiu-se para o time que dominou o esporte na Europa, faturando títulos nacionais, continentais e a Copa Intercontinental daquele ano, sobre o Peñarol, do Uruguai, então campeão da Copa Libertadores da América.

Contra um dos maiores rivais do clube português, o Sporting, Geraldão também deu uma prova da potência de seu chute a ponto de arrancar rasgados elogios do treinador adversário, o brasileiro Marinho Peres. Jogou ainda na Portuguesa, com Dener e Capitão, e no Grêmio de Éder Aleixo. Pela Seleção Brasileira, foi campeão Pan-Americano em Indianápolis 1987, classificando o time canarinho para as Olimpíadas de Seul 1988, vencida pelos soviéticos por 2 a 1 – mas sem o zagueiro artilheiro. Passou também por Paris Saint-Germain, da França, e América, do México.

Hoje aposentado dos gramados e também da prancheta, já que também foi treinador do CRB, de Alagoas, dos mineiros Ipatinga e Democrata-GV e do time B do Porto, Geraldão aproveitou uma passagem por Vila Velha e conversou com o MovNews. Falou de sua carreira, da fama de bom cobrador de falta, dos gols em aventuras no ataque, dos títulos e dos parceiros de bola. Por fim, deu um recado para o futebol capixaba. Assista:

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -