Suspeitos de envolvimento em morte de ativista político em Linhares são presos

Dois irmãos gêmeos de 45 anos anos são os suspeitos do assassinato

 Suspeitos de envolvimento em morte de ativista político em Linhares são presos

Foto: Divulgação PC

Dois irmãos gêmeos de 45 anos, suspeitos de envolvimento na morte do ativista político Jonas Soprani, morto a tiros no dia 23 de junho, em Linhares, norte do Estado, foram presos na última terça-feira (20), no bairro Vila Prudêncio, em Cariacica. A prisão foi realizada equipe da Delegacia Regional de Linhares e por policiais militares do 7º Batalhão do município.

“A vítima chegou a ser socorrida e conversou com os policiais militares que atenderam a ocorrência. Depois, durante as investigações, obtivemos imagens de videomonitoramento que ajudaram a identificar o veículo usado no crime. Descobrimos que este carro pertence a um dos suspeitos presos hoje”, afirmou o titular da Delegacia Regional de Linhares, que conduziu as investigações, delegado Fabrício Lucindo.

Jonas da Silva Soprani tinha 48 anos Foto: Reprodução Facebook

A equipe conjunta também cumpriu mandados de busca e apreensão nas residências e, em uma delas, encontrou o carro usado no dia do crime. Segundo o delegado, não há dúvidas de que os dois suspeitos atuaram como executores do homicídio. As investigações prosseguem, com o objetivo de esclarecer a motivação para o crime e, ainda, identificar se existem outros envolvidos.

“Eles já moraram em Linhares e, atualmente, residem em Cariacica, de modo que é rotineiro circularem entre os dois municípios. Temos a comprovação de que ambos estavam em Linhares no dia do crime e pegaram a estrada logo após o homicídio. Um dos investigados já tem passagem por outro homicídio cometido também em Linhares”, explicou Lucindo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *