sábado, 25 de maio de 2024
22.1 C
Vitória

Espírito Santo é referência para ações do Dia D contra dengue

Em uma coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira (28), a ministra da Saúde, Nísia Trindade, convocou todos os estados e municípios brasileiros para participarem do Dia D de Mobilização Nacional Contra a Dengue, que ocorrerá no próximo sábado (02). O Espírito Santo foi escolhido como estado referência para essa ação, e a ministra estará presente no município da Serra para liderar a mobilização e conscientizar o Brasil sobre a importância das medidas de prevenção e eliminação dos focos do mosquito transmissor.

“A dengue é uma doença que abordamos em duas frentes: prevenção e cuidado. Esses aspectos continuam sendo fundamentais, e o Dia D vai destacar isso, enfatizando o controle dos focos e a importância do cuidado, que envolve todas as esferas de poder, além da responsabilidade dos cidadãos no combate à dengue”, destacou a ministra da Saúde, Nísia Trindade.

Entre as sugestões para o evento está o destaque para o papel dos agentes, responsáveis por transmitir mensagens de orientação e prevenção à população. Além disso, serão fornecidas instruções sobre os sinais de alerta da doença e a importância da hidratação. As ações propostas foram elaboradas pelo Ministério da Saúde em conjunto com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

“Estamos empenhados em enfrentar essa epidemia para preservar vidas. No próximo sábado (02), no Dia D, estaremos incentivando as ações municipais de vacinação e combate à proliferação do mosquito. A responsabilidade é de todos, já que 80% dos focos estão nas residências. A dengue representa uma ameaça grave e pode ser fatal. Precisamos unir forças!”, ressaltou o secretário de Estado da Saúde, Miguel Duarte, presente na reunião com a ministra.

As ações foram apresentadas durante uma assembleia dos secretários estaduais de Saúde promovida pelo Conass, que contou com a participação de várias entidades de saúde, incluindo a representante da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) no Brasil, Socorro Gross, os secretários nacionais de Saúde, Ethel Maciel e Felipe Proenço, o presidente do Conass, Fabio Baccheretti, o presidente do Conasems, Hisham Mohamad Hamida, e a presidente da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde (Conacs), Ilda Angélica.

A Secretaria da Saúde (Sesa), por meio da Subsecretaria de Vigilância em Saúde, está em contato com os municípios para reforçar a importância da realização das ações de combate à dengue com a população no próximo sábado (02).

Até a quarta-feira (28), foram notificados 45.186 casos de dengue no Espírito Santo, com dois óbitos confirmados e 17 em investigação. A Sesa monitora a incidência diariamente e fornece orientações aos municípios, além de oferecer treinamentos para os técnicos de saúde.

Desde o início da imunização contra a dengue no Estado, 4.099 crianças de 10 e 11 anos foram vacinadas.

Na semana passada, o Estado decretou situação de Emergência em Saúde Pública devido ao cenário epidemiológico das arboviroses. Também foi estabelecido o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) de Arboviroses, com ações a serem desenvolvidas em parceria com a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo (CBMES) e o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), com a possibilidade de articulação de outros órgãos.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Relacionados

- Publicidade -