sábado, 25 de maio de 2024
22.1 C
Vitória

Vacinação contra poliomielite segue baixa no país; ES está acima da média nacional

O Dia Mundial de Combate à Poliomielite foi comemorado nesta semana na terça-feira (24), mas a data chamou a atenção para o fato de que o Brasil não alcança a meta de 95% da cobertura vacinal contra a doença, também conhecida como paralisia infantil, desde 2015.

Apesar disso, o último caso de poliomielite registrado no país foi em 1989. A doença é considerada eliminada desde 1994. Os dados mais recentes do Ministério da Saúde, referentes a 2022, revelam que apenas 77,2% da população recebeu a vacina, o que acende um alerta para a possibilidade de a doença voltar.

Segundo o Ministério da Saúde, a poliomielite é uma doença contagiosa aguda causada por vírus que pode infectar crianças e adultos e, em casos graves, pode causar paralisia dos membros inferiores. A vacinação é a única forma de prevenção, e todas as crianças menores de 5 anos devem ser vacinadas.

Ainda de acordo com o ministério, a cobertura vacinal da pólio vem apresentando resultados abaixo da meta de 95%. Nos três anos anteriores, apontou o Ministério da Saúde, 71,04% da população foi vacinada em 2021; 76,79% em 2020; e 84,19% em 2019.

Espírito Santo tenta atingir a meta

Se no Brasil a meta está um pouco distante de ser alcançada, o Espírito Santo mostra números mais animadores, tendo a porcentagem da população menor de 5 anos de idade vacinada contra poliomielite acima da média nacional. 

De acordo com a Secretaria da Saúde (Sesa), o Estado alcançou 83,3% de cobertura vacinal contra a doença, entre janeiro e setembro deste ano. A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é de 95% de cobertura. 

Segundo a Sesa, o Governo do Estado, juntamente com os municípios, está desenvolvendo estratégias de vacinação para alcançar o público-alvo e conseguir atingir a meta de cobertura para a vacina.

A Sesa ainda informou que, atualmente, a vacina contra a poliomielite é ofertada no calendário de rotina das crianças, não havendo orientação de campanhas indiscriminadas pelo Ministério da Saúde.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp! Basta clicar aqui

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Relacionados

- Publicidade -