sábado, 25 de junho de 2022
21 C
Vitória

Medicamentos estão em falta em farmácias da Grande Vitória

A economiária Alessandra Dessaune Rodrigues, 45 anos, moradora de Vitória, encontrou dificuldade para comprar um medicamento para a sua filha que sofre de bronquite. O remédio é expectorante e ajuda a eliminar as secreções produzidas nos pulmões, facilitando a respiração.

Foi complicado, pois meu filho estava com bronquite. Já tinha procurado em todas as farmácias de Jardim da Penha e algumas na Praia do Canto, em Vitória, e não encontrava o medicamento. Ainda bem que encontrei uma santa alma, que tinha o remédio e me emprestou”, disse Alessandra Dessaune.

Mãe precisou de medicamento para bronquite e encontrou dificuldades em Vitória.

A falta de medicação se dá principalmente porque mais de 80% da matéria-prima vêm de países como China, Índia e Alemanha que, ultimamente, não estão fornecendo insumos suficientes para abastecer os laboratórios.

No início do mês de maio, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) chegou a registrar a falta de 12 medicamentos dos 260 disponibilizados nas farmácias cidadãs do Espírito Santo. 

Para o professor farmacêutico e bioquímico, Lindomar Paixão, a crise causada pela pandemia, a inflação alta no Brasil e a guerra na Ucrânia também influenciam na falta da medicação e no preço mais alto. “São vários fatores que se somam e já fazem os estoques baixarem tanto nas farmácias públicas quanto na rede privada”, afirma. 

 

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -