sábado, 25 de junho de 2022
21 C
Vitória

Glaucoma: Uma doença silenciosa que pode causar cegueira

Você já ouviu falar de uma doença chamada glaucoma? Ela ataca os olhos e pode levar à cegueira. A equipe do MovNews procurou um médico oftalmologista para explicar o que é a doença, como é o tratamento e quais são as consequências.

O dia 26 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Glaucoma.  No Brasil são mais de 900 mil pessoas com glaucoma, segundo os estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS). O Glaucoma atinge mais mulheres, com idades superior aos 40 anos. A doença não é contagiosa.

“O glaucoma é uma doença ocular causada principalmente pela elevação da pressão intra ocular que provoca lesões do nervo ótico e, como consequência comprometimento visual”, disse o médico oftalmologista Myke Carlos da Silva.

Se não for tratado adequadamente, o glaucoma pode levar à cegueira”, disse o médico oftalmologista Myke Carlos da Silva.

O médico reforça ainda que existem exames mais aprofundados para detectar o glaucoma:

  • Tonometria: Medir a pressão intra ocular;
  • Fundoscopia: avaliar o fundo de olho, principalmente o nervo ótico;
  • Campo visual: analisa se o paciente está perdendo campo visual principalmente periferia;
  • Paquimetria: Analisa espessura da córnea;
  • OCT Tomografia Coerência Óptica: Analisa as fibras nervo ótico;
  • Gonioscopia: Analisa o ângulo da câmara anterior do olho.

Sintomas

A origem do glaucoma pode também estar associada a algumas doenças, como o diabetes. Um dos sintomas de glaucoma ocular mais frequente são as manchas escuras no campo visual periférico.

Para perceber melhor, imagine que esteja assistindo a um filme no cinema e que não consegue visualizar a tela completa, apenas vê a parte do meio, como se estivesse a ver por uma espécie de túnel.

No olho com glaucoma, à medida que a doença evolui, as manchas vão aumentando e a visão vai-se deteriorando.

Outros sintomas e sinais mais comuns são: olhos vermelhos; olhos lacrimejantes; fotofobia, que significa sensibilidade à luz, dor nos olhos e dor de cabeça.

Segue a lista dos sintomas:

– Perda gradual da visão lateral;
– Dor forte e súbita em um dos olhos;

– Visão embaçada ou com a impressão de ser menor do que antes;
– Olhos vermelhos e inchados;
– Dores na testa;
– Lacrimação e
– Sensibilidade à luz.

“Eu tinha muita vista cansada e embaçada. Além disso, tinha muita dor de cabeça. O médico disse que tinha que passar o colírio a vida toda”, comenta Vaninha Andrade, 50 anos, estudante de enfermagem e cuidadora.

“Eu tinha muita vista cansada e embaçada”, comenta Vaninha Andrade, 50 anos, estudante de enfermagem e cuidadora.

“Importante frisarmos que o Glaucoma é uma doença silenciosa e não tem cura. Devendo o paciente fazer exames regularmente com o seu médico. Quem possui a doença pode ter herdado de familiares, pois o glaucoma também pode ser hereditário”, menciona o oftalmologista.

Fatores de risco

  • Pressão intraocular elevada
  • Idade acima dos 60 anos ou acima dos 40 anos, para o caso de glaucoma agudo
  • Histórico familiar de glaucoma pode elevar as chances de um indivíduo desenvolver a doença também
  • Fazer uso por muito tempo de medicamentos à base de corticosteroides.

 

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -