sábado, 22 de junho de 2024
23.9 C
Vitória

Possíveis candidatas negras do PSB geram expectativas para Prefeitura de Vitória

Nos bastidores políticos de Vitória, está sendo especulada a possível candidatura de duas mulheres negras pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), tem sido tema de intensas especulações. Jacqueline de Moraes, ex-vice-governadora do estado e atual secretária das mulheres do estado, e Capitã Estéfane, vice-prefeita da capital e capitão da Polícia Militar.

Jacqueline de Moraes, com uma história que transita da periferia ao cenário político, destaca-se como uma liderança feminina no Espírito Santo. Inicialmente, sua jornada como ex-camelô na periferia do estado revela uma trajetória de resiliência e superação. Sua atuação como ex-vice-governadora e atual secretária das mulheres do governo estadual a posiciona como uma voz relevante na luta pelos direitos femininos e sociais.

Nos corredores políticos, o nome de Jacqueline tem sido mencionado como uma possível candidata à prefeitura, gerando expectativas sobre como sua experiência e representatividade podem impactar a gestão municipal.

Capitã Estéfane, tem uma história que também é marcada por desafios superados e uma notável carreira na Polícia Militar. Nascida e criada na periferia, Estéfane tornou-se uma das poucas mulheres de sua família a alcançar a graduação universitária. Sua experiência como vice-prefeita de Vitória a coloca como uma figura política em ascensão na cidade. Nos bastidores, o nome de Capitã Estéfane tem circulado como uma potencial candidata à prefeitura, despertando interesse sobre como sua visão única, advinda da carreira militar e da vivência na periferia, poderia moldar as políticas municipais.

Será que o PSB irá apostar em uma dessas mulheres negras para ganhar o voto dos eleitores e eleitoras? A escolha entre as duas mulheres negras representa não apenas uma decisão estratégica para o partido, mas também uma oportunidade de fortalecer a representatividade e a diversidade no cenário político local.

Com as mesmas características, Camila Valadão (PSOL), mulher negra, emerge como uma candidata forte à Prefeitura de Vitória. Além de superar em votos o ex-prefeito João Coser (PT), ela conquistou o título de mulher mais votada para deputada estadual na história do Espírito Santo, com um total de 52.221 votos, sendo 16.541 apenas em Vitória. Sua popularidade a coloca como uma forte concorrente na disputa pela prefeitura.

Embora os nomes citados ainda não tenham sido entrevistados oficialmente, a especulação nos bastidores políticos continua. Enquanto Tyago Ribeiro Hoffmann segue como uma opção masculina do PSB, porém aparentemente não tendo tanta visibilidade, nem tanta força como a pré-candidata do PSOL, que é mulher e negra, Camila Valadão.

 

- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Relacionados

- Publicidade -