segunda-feira, 27 de junho de 2022
18.8 C
Vitória

Eleição em Itapemirim define o novo prefeito da cidade neste domingo

No próximo domingo, dia 5 de junho, os eleitores do município de Itapemirim, no Litoral Sul do Espírito Santo, vão escolher o novo prefeito da cidade.

A eleição foi convocada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES) após a cassação por unanimidade dos mandatos do prefeito Thiago Peçanha (Republicanos), o Dr. Thiago, e de seu vice, Nilton Santos (Republicanos), o Niltinho, por abuso de poder político.

Três candidatos já registraram chapas no TRE-ES:

  • Antônio da Rocha Salles (PP) Chapa “Uma nova história”
  • Nilton César Soares Santos (PSDB) Chapa “Todos por um só Itapemirim”
  • José de Oliveira Lima (PDT) Chapa “Para renascer a esperança”

O vereador José de Oliveira Lima, o Zé Lima, assumiu a prefeitura de Itapemirim de forma interina por ser presidente da Câmara Municipal. Ele é um dos candidatos a prefeito nas eleições de junho. Quem vencer o pleito vai comandar a cidade no exercício do mandato até 31 de dezembro de 2024.

O slogan de Zé Lima é uma provocação ao momento político da cidade: “Zé Lima, chega de doutor, chegou a hora do trabalhador”. O vereador aposta no apoio das camadas mais pobres de Itapemirim que, apesar dos royalties do petróleo, ainda tem uma economia rural.

“Vamos qualificar os professores, apostar numa saúde de qualidade, aparelhando os hospitais e postos de atendimento. Vamos distribuir riqueza e diminuir a desigualdade”, afirmou.

Já o candidato Nilton Santos é o vice-prefeito cassado na chapa de Thiago Peçanha. Ele não perdeu os direitos eleitorais e vai concorrer no pleito de junho. “A política de Itapemirim precisa de honestidade e transparência. Minhas propostas são relacionadas à governabilidade com respeito ao cidadão. Precisamos vencer a instabilidade social, levar serviços”, afirma.

A reportagem tentou contato com o candidato Antônio da Rocha Salles (PP), da Chapa “Uma nova história”, mas não obtive retorno até a publicação desta matéria.

Itapemirim tem pouco mais de 30 mil habitantes e está dividida em 5 distritos:

  • Itapemirim (sede)
  • Itapecoá
  • Rio Muqui
  • Piabanha
  • Itaipava

A distância até Vitória é de 122 quilômetros e a vocação turística e agrícola fazem parte da economia da cidade.

Emprego

De janeiro a março de 2022 foram registradas 555 admissões formais e 371 desligamentos em Itapemirim, resultando em um saldo positivo de 184 novos trabalhadores. Este desempenho é superior ao do ano passado, quando o saldo foi de 35.

Na pequena região de Cachoeiro de Itapemirim este é o segundo melhor desempenho em termos absolutos. Considerando a geração de vagas pelo tamanho da população, a cidade é a quarta que mais cresce na pequena região de Cachoeiro de Itapemirim.

Destacam-se positivamente a fabricação e refino de açúcar (86), o comércio atacadista de mercadorias em geral (50) e as obras de infraestrutura para energia elétrica (20).

O município possui 5 mil empregos com carteira assinada. A ocupação predominante destes trabalhadores é a de assistente administrativo (257), seguido de auxiliar de escritório (253) e de professor da educação de jovens e adultos do ensino fundamental (primeira a quarta série) (236).

Região é rica, mas a pobreza é desafio a ser vencido.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -