sábado, 21 de maio de 2022
23.9 C
Vitória

Veículo avança sinal e atinge carro de deputado, em Linhares

Por pouco não terminou em tragédia um acidente envolvendo o veículo do deputado estadual, Marcos Garcia (PP), e um outro veículo que, segundo testemunhas, estaria em alta velocidade e teria avançado o sinal vermelho, no Centro de Linhares.

A Polícia Militar informou que os ocupantes do veículo que causou o acidente fugiram a pé após a colisão. Marcos Garcia teve ferimentos leves e passa bem.

No local do acidente a Polícia Militar encontrou dois veículos: uma caminhonete modelo  Ranger e um veículo de passeio, modelo HB20. O deputado, que conduzia a Ranger, disse aos policiais que estava parado no cruzamento da Avenida Nogueira da Gama, com o semáforo vermelho.

Ao ficar verde, o motorista seguiu para cruzar a Avenida Getúlio Vargas. No mesmo instante, o HB20 avançou o sinal em alta velocidade, que estava vermelho para ele, e causou o acidente.

O deputado contou ainda que os ocupantes do HB20 fugiram do local e que ninguém ficou ferido, a princípio.

Posteriormente, chegou a informação de que duas pessoas deram entrada em um hospital particular do município de Linhares, vítimas do acidente de trânsito.

A Polícia Militar foi até o hospital, onde foi informada que as vítimas chegaram acompanhadas de uma terceira pessoa, que após deixá-las não permaneceu no local.

As vítimas eram um adolescente, de 13 anos, e uma jovem, de 18. Ambos disseram não saber o nome do condutor do HB20. Eles relataram que estavam reunidos em uma casa no bairro Interlagos e que saíram do local para dar uma volta de carro, quando aconteceu a colisão.

As vítimas não souberam informar o endereço da casa que estavam e o hospital informou que acionaria o Conselho Tutelar.

Após colher as informações, os policiais retornaram ao local do acidente, onde compareceu um homem dizendo ser o responsável pelo HB20, apresentando contrato de aluguel que estava em seu nome.

Ao ser questionado, ele disse que emprestou o veículo para um colega de trabalho e este indivíduo emprestou o carro para uma terceira pessoa que ele desconhecia.

O veículo ficou sob a responsabilidade da pessoa que havia alugado o carro. O condutor não foi localizado. Já a Ranger foi removida pelo seguro do deputado.

 

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -