quinta-feira, 19 de maio de 2022
20.9 C
Vitória

Thiago Peçanha tem cassação mantida pelo TSE e Itapemirim terá novas eleições

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a realização imediata de novas eleições no município de Itapemirim, litoral do Sul do Espírito Santo.

A decisão vem depois da cassação definitiva do prefeito Thiago Peçanha em sessão realizada nesta quinta-feira (31).  O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu manter a cassação do prefeito e do vice-prefeito, Nilton Santos. A dupla fica inelegível por oito anos. O tribunal determinou a aplicação imediata da sentença e a realização de nova eleição no município do litoral sul do Espírito Santo. Quem vai comandar a cidade é o presidente da Câmara Municipal, vereador José Lima.

Peçanha e seu vice foram condenados pela Justiça Eleitoral, em primeiro grau, por abuso de poder econômico. Em ação movida pelo segundo colocado no pleito municipal de 2020, Doutor Antônio, o juiz da 22ª Zona Eleitoral de Itapemirim, Romilton Alves Vieira Junior, concluiu que Peçanha utilizou a máquina pública para vencer a eleição daquele ano. Peçanha já ocupava a cadeira de prefeito e conseguiu se reeleger.

O prefeito recorreu da decisão ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Em agosto do ano passado, a Corte manteve, por unanimidade, a cassação de Peçanha e de seu vice. A defesa interpôs recurso ao TSE. Nesta manhã, por unanimidade, o Pleno do TSE manteve a decisão de cassar o prefeito, proclamada ao fim do julgamento pelo ministro Edson Fachin, presidente do tribunal. Agora, o TRE deve convocar e organizar eleição suplementar na cidade.

Estamos tentando contato com o prefeito cassado e com a sua defesa.

 

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -