quarta-feira, 18 de maio de 2022
21.9 C
Vitória

Colnago X Casagrande: PSDB-ES se vê dividido a seis meses das eleições

A única certeza, hoje, dentro do PSDB capixaba é que há uma disputa interna acirrada sobre a posição do partido nas eleições majoritárias, aquelas que vão escolher um senador e o governador do Estado em outubro próximo.

De cima para baixo, no conturbado cenário nacional,  o PSDB confirmou o governador de São Paulo, João Dória, como candidato à presidência mas, ao que parece, ainda de forma vacilante. Eduardo Leite, mesmo derrotado, respira politicamente.

Por aqui, o grupo do deputado estadual Vandinho Leite quer mais é cuidar das chapas de candidatos para federal e estadual, com leve apoio e aceno à reeleição do governador Renato Casagrande (PSB).

Lembrando que foi Casagrande quem catapultou Vandinho Leite em seu primeiro mandato (2011), dando nas mãos de Vandinho, então secretário de Esportes, a inauguração de mais de 100 campos do programa Bom de Bola.

Mameri defende apoio do PSDB

Desta forma,  cabe ao também deputado estadual Emilio Mameri brigar pelo espólio de Casagrande, defendendo o apoio do PSDB ao atual ocupante do Palácio Anchieta.

Casagrande, por sua vez, se vê acuado entre a possível formação de uma Federação com o Partido dos Trabalhadores (PT), o que o enfraqueceria politicamente, abrindo portas e urnas para o senador Fabiano Contarato, e a entrada de Geraldo Alckmin no PSB, o que garantiria a reeleição do governador.

Nesse meio está o ex-deputado federal e ex-governador César Colnago, que percorre o Espírito Santo, visitando lideranças e espalhando a semente do sonho de ocupar a cadeira de governador do Estado.

Vice-presidente do Diretório Estadual do partido, César Colnago tem autoridade dentro da sigla, mas encontra rejeição de seus pares, que querem garantir uma (re)eleição mais tranquila dentro do barco socialista. De qualquer forma, César Colnago não arreda pé de sua candidatura.

Mas, para o deputado Emílio Mameri, o PSDB já tem candidato e ele se chama  Casagrande. 

“A princípio o PSDB deve caminhar com o governador Renato Casagrande, mas está muito distante ainda, nós temos que conversar; dialogar. Mas hoje o partido é classificado nesse sentido. Na política muita coisa também pode mudar, mas o nosso entendimento é que o governador tem feito um excelente trabalho e esse trabalho que está sendo feito merece ser repetido. Então ele sendo candidato a governador, é bem provável que o PSDB marche com o governador.”

Já Oziel Andrade, diretor legislativo e vice-presidente do PSDB-ES, a prioridade é cuidar das chapas proporcionais. “É legítimo ele se colocar como pré-candidato (…), mas como te disse isso não é tomada agora, está cedo ainda. A gente precisa agora cuidar de chapas proporcionais, filiações, mais pra frente aí sim a gente começa articular as chapas majoritárias, coligações e todas essas coisas.”

Quando questionado sobre a possibilidade do recuo de Dória no cenário nacional, Oziel comentou: “Então está muito cedo para fazer essa avaliação. Eu acredito que essa possibilidade dele recuar ela só pode acontecer entre julho e agosto, que é o período de convenções. Por enquanto, a candidatura dele está mantida”.

Cedo ou não, o fato é que o ninho tucano precisa se reorganizar a tempo de conseguir um papel de protagonista nas eleições locais, já que estas terão desdobramentos no pleito municipal de 2024. 

De olho nessa guerra interna, a ex-vereadora Neuzinha de Oliveira, atual secretária de Ação Social da Prefeitura de Vitória e cacique do PSDB, preferiu o silêncio e não retornou as ligações da reportagem do MovNews.

Já o deputado estadual Vandinho Leite, até o fechamento desta reportagem, não respondeu à equipe do MovNews sobre as implicações da escolha que o seu partido terá que fazer. Colnago ou Casagrande, a aposta do PSDB passa pela formação de quadros que possam tornar o PSDB um partido de destaque. 

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -