quinta-feira, 7 de julho de 2022
26 C
Vitória

Karla Coser denuncia Gilvan no MPE

A vereadora da Câmara Municipal de Vitória, Karla Coser (PT), protocolou no Ministério Público Estadual (MPE), na última segunda-feira (13), uma notícia crime contra o vereador Gilvan da Federal (Patriotas), pela prática de racismo religioso na sessão ordinária do dia 29 de novembro. 

Na ocasião, o vereador disse que a Casa de Leis Municipal precisava de uma limpeza, pois coisas satânicas e macumbas teriam acontecido no plenário, no caso ele se referia à presença de religiões de matrizes africanas que foram convidados para comemorar o Mês da Consciência Negra.    

O documento foi apresentado à corregedoria e teve o apoio de 108 grupos, movimentos e instituições. A petista entende que as instituições têm o papel de zelar pelas normas cívicas. “Desde janeiro venho denunciando o comportamento indecoroso e, por muitas vezes criminoso, praticado pelo vereador”, completa a vereadora.

A parlamentar destacou que a liberdade religiosa está clara no art. 5°, inciso VI, da Constituição Federal de 1988. E destaca na sua acusação frases como: “Hoje eu vim preparado. Trouxe meu detergente, trouxe a minha bucha de limpeza e a minha arma”.

Homenagem ao Mês da Consciência Negra, na Câmara Municipal de Vitória (CMV). Foto: Divulgação

A vereadora Karla Coser salienta que, mensalmente, há cultos religiosos na Câmara, além da leitura de versículos bíblicos na abertura e encerramento das sessões, mas nunca ninguém se opôs a isso. 

O vereador Gilvan da Federal foi procurado para dar seu posicionamento, mas não respondeu à nossa equipe de redação até o momento da publicação.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -