quarta-feira, 19 de janeiro de 2022
29.9 C
Vitória

    Bonificação a educação gera discussão na Assembleia Legislativa

    Relacionados

    - Publicidade -

    Na Sessão Ordinária, desta quarta-feira (08), na fase das discussões em torno do projeto de bonificação aos profissionais da educação, o deputado Sérgio Majeski (PSB), externou a insatisfação com o pagamento somente para profissionais das escolas, e com isso excluindo de ganhar esse benefício, os servidores das superintendências e da secretaria de educação, auxiliares de secretaria e os agentes de suporte. “Apresentei emendas para que essa bonificação seja estendida a todos os profissionais da educação”, declara o deputado.

    Majeski criticou a atuação do Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo (TCE) e pediu que sejam revistos os profissionais que irão receber a bonificação. “O mesmo Tribunal deu aval para os governos passados desviarem dinheiro do  Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), para fins previdenciários por mais dez anos no Estado. Peço que aceite nossas emendas, e que o governo se esforce para contemplar a todos”, argumenta o deputado.

    - Publicidade -

    O governador Renato Casagrande (PSB) anunciou essa bonificação no 2° Encontro de Diretores da Rede Estadual 2021, na última terça-feira (07). Nas redes sociais, diversos profissionais da educação se manifestaram contra o projeto, pois a matéria enviada pelo Governo do Estado só contempla as categorias de  professores, coordenadores, pedagogos e diretores que trabalham nas escolas, e esquece as demais. 

    Uma delas é Luciana Trajano que ratifica a fala do deputado Majeski. “​Agentes de suporte, cuidadores e auxiliares de secretaria escolar são profissionais da educação, por isso merecemos abono também”, declara a educadora. 

    - Publicidade -

    Angélica Henriques de Sousa, profissional da educação, lamentou a desvalorização por parte do governo para com as demais categorias que também atuam na educação. Com tantos debates no plenário da própria base aliada do governador, o presidente da Casa mostrou sua insatisfação, e tomou medidas como suspender os trabalhos e consultar o presidente do TCE, Rodrigo Chamoun.

    Deputados discutem caminhos para solucionar o impasse. Foto: Ana Salles/SCS ALES

    Após consulta, os parlamentares voltaram com a sessão para dar início a votação. Contudo, o poder executivo estadual assumiu o compromisso de fazer uma nova consulta ao Tribunal para reavaliar o entendimento da questão, e enviar para a Assembleia um projeto que possa incluir essas classes. A matéria foi aprovada por todos os deputados, mas sempre com ressalvas que estão aguardando a resposta de inclusão das demais categorias.

    - Publicidade -

    Bonificação aos profissionais da saúde

    Na defesa do projeto que beneficia a bonificação aos profissionais da saúde, o deputado Gandini (Cidadania), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), alega ser importante esse reconhecimento. Depois da aprovação nas comissões pertinentes, a matéria foi a Plenário e teve o aval unânime dos parlamentares.

    Galeria de fotos da Sessão Ordinária

    - Publicidade -

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    - Publicidade -