sábado, 21 de maio de 2022
23.9 C
Vitória

Prefeito de Vila Velha anuncia live sobre os primeiros 100 dias de mandato

Após 100 dias de mandato, o prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo (Podemos), vai fazer uma live nesta terça-feira. Até o momento, não se sabe o que será tema na apresentação. A prefeitura não passou mais informações.

Arnaldinho deve comentar sobre as ações feitas durante esse período e, possivelmente, falar sobre mais medidas para o futuro. Será que vai haver algum anúncio importante? Veremos. O vídeo estará disponível na página do prefeito no Facebook, no Instagram e no canal do YouTube.


Prefeitura do interior anuncia ‘kit-covid’ gratuito para pacientes sem confirmação de Covid-19

A Prefeitura de São Mateus está divulgando em caixa alta em seu Instagram que passou a adotar “mais uma importante medida de combate à pandemia: o tratamento imediato dos sintomas da Covid-19”. Trata-se de disponibilizar gratuitamente Azitromicina, Ivermectina, Dipirona, Paracetamol, Vitamina C, Vitamina D, Ambroxol e Prednisolona, conforme estabelece protocolo municipal, de acordo com a publicação, que ressalta a intenção de tratar preventivamente os sintomas da doença.

A “farmacinha” que o cidadão poderá adquirir sem custos mediante prescrição médica é chamada pelo Executivo de “Kit de Tratamento Imediato”. E o objetivo: “enquanto o paciente espera pelo resultado do exame, possa se tratar, de forma gratuita, dos sintomas”.

Ou seja, mesmo sem nenhuma confirmação de que está com Covid-19, o cidadão adoentado poderá se tratar com remédios cuja eficácia nunca foram comprovadas no combate ao coronavírus, quando muito provaram-se ineficazes ou prejudiciais.

A ivermectina é um antiparasitário cujo próprio fabricante, o laboratório americano MSD (Merck Sharp and Dohme), não recomenda o uso no combate ao vírus. Enquanto loroquina (antimalárico baseado na mesma substância da hidroxicloroquina), pode causar efeitos colaterais como perda de visão, cefaleia e fadiga, segundo estudo publicado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Segundo estudo publicado por coalização de cientistas brasileiros na revista inglesa The Lancet, uma das mais respeitadas publicações científicas do mundo, a Azitromicina não resultou em melhora clínica dos pacientes em estado grave da Covid-19.

De acordo com suas bulas, Dipirona e Paracetamol são analgésicos e antitérmicos comumente receitados para pacientes de doenças respiratórias; Ambroxol é um xarope de uso adulto e pediátrico para auxiliar na expectoração e aliviar irritações na garganta; e Prednisolona é um remédio que age como anti-inflamatório e imunossupressor usado no tratamento de doenças de pele, reumatismo, doenças respiratórias e oftálmicas, câncer e outras enfermidades. Nenhum desses medicamentos é indicado para Covid-19.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) e especialistas, não há tratamento precoce contra o novo coronavírus. Em outubro de 2020, a entidade publicou estudo confirmando a ineficácia desses medicamentos para tratar pacientes de Covid-19.


Multa de até R$ 20 mil para quem furar fila da vacina contra Covid-19 em Vitória

Foto: Marcelo Camargo | Agência Brasil

Quem furar a fila da vacinação contra Covid-19 em Vitória poderá ser multado em até R$ 20 mil. É o que define o Projeto de Lei (PL) 65/2021, mirando tanto o responsável por aplicar o imunizante quanto a pessoa vacinada ou seu representante legal, bem como o responsável por oferecer  qualquer vantagem para obter a vacina. O texto foi protocolado e aprovado nesta segunda-feira (12), em sessão extraordinária, e segue agora para a sanção ou veto do prefeito Lorenzo Pazolini (Republicanos).

Segundo o PL, assinado por 10 parlamentares, dentre eles o líder do governo na Casa, vereador Leandro Piquet (Republicanos), os valores decorrentes das multas aplicadas deverão ser revertidos ao financiamento de medidas de combate e prevenção ao coronavírus.

O projeto também determina a veiculação de campanhas informativas e de conscientização sobre a importância da vacinação, além do respeito à ordem estabelecida nos cronogramas de imunização do Ministério da Saúde e dos Executivos estadual e municipal. A este cabe a posterior regulamentação da matéria.

“Quero agradecer aos colegas que aderiram e ajudaram na contribuição desse processo. Nós deixamos de lado qualquer tipo de ideologia, neste momento, e nos voltamos totalmente para o combate da pandemia. Isso é democracia”, destacou Piquet.


Ex-governador Paulo Hartung recebe primeira dose da vacina contra a Covid-19

Foto: Reprodução

O ex-governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19 neste sábado (10). O anúncio foi feito pelo político em uma de suas redes sociais. Hartung destacou que cumpriu com os protocolos de espera para receber a vacina.

“Isso só foi possível graças à ciência e a tantos profissionais que têm se empenhado nessa luta em favor da vida. Que tão logo todos os brasileiros possam, também, ser imunizados”, disse Hartung.

 

 


Covid-19: deputada pede prioridade na vacinação de profissionais de imprensa no ES

Em um discurso nesta semana, a deputada estadual Janete de Sá (PMN) protocolou uma indicação ao Governo do Estado pedindo prioridade na vacinação dos profissionais de imprensa contra a Covid-19. A justificativa do pedido é que decretos do governo federal e estadual consideram a atividade jornalística como essencial durante pandemia.

A indicação da parlamentar pede que sejam imunizados com prioridade jornalistas, cinegrafistas, fotógrafos, motoristas e profissionais que atuam nas redações de jornais, sites e revistas no Espírito Santo.

De acordo com a parlamentar, os jornalistas estão na linha de frente de trabalho, e que esses profissionais passam por contatos diretos com profissionais de saúde, pacientes e seus familiares, com o objetivo de informar a verdade dos fatos, e que por isso merecem ser colocados como prioridade.

“O trabalho desses profissionais é imprescindível para transmitir à população, através das notícias, as orientações sanitárias que contribuem para a prevenção da Covid-19. De acordo com o sindicato da categoria, no exercício da profissão, jornalistas estão sendo infectados e já foram registradas mortes de profissionais por Covid-19 no Espírito Santo”, disse Janete.

O coordenador geral do Sindijornalistas e diretor da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Douglas Santos, ressaltou que espera que o Governo valorize quem de fato, junto com outras categorias essenciais, estão dando a cara à tapa no combate à pandemia. Além disso que muitas vezes esses profissionais se colocam em risco entrevistando contaminados e outros da linha de frente.

“Já perdemos profissionais, outros acabaram se contaminando e perdendo seus familiares. Desde dia 18 de fevereiro cobramos vacinação do governo. Que a indicação da deputada contribua para garantir segurança aos jornalistas e demais da imprensa que estão nas ruas levando informações fundamentais no combate à Covid-19”, disse.

Mortes

De acordo com um dossiê elaborado pela  Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), a Covid-19 matou 169 jornalistas até março deste ano. O Brasil é o país com maior número de mortes de profissionais da imprensa no mundo.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -