quarta-feira, 18 de maio de 2022
25.9 C
Vitória

Dia Internacional da Mulher: vereadora do PSOL é criticada por roupa usada em sessão

8 de março: Dia Internacional da Mulher. A data que deveria ser lembrada pela coragem daquelas que lutam incansavelmente por respeito e igualdade de direitos em uma sociedade machista está em esquecimento. Principalmente por aqueles que desejam diminuir a força feminina. O cenário, que perpassa séculos, se repete mais uma vez.
Nesta segunda-feira (08), durante sessão ordinária na Câmara dos Vereadores de Vitória, a vereadora Camila Valadão (PSOL) foi criticada pelo parlamentar Gilvan da Federal (Patriota) por vestir uma blusa que deixava à mostra o ombro e o braço direito.
Segundo ele, a roupa usada por ela não era formal para o ambiente em que estavam. “Creio que os vereadores aqui tem que estar com traje formal, e na minha opinião a vereadora não está com traje formal para a sessão (sic)“, afirmou sem informar o artigo que diz respeito ao citado.
Como resposta, Camila rebateu que a vestimenta não demonstrava desrespeito ao regimento interno e nem aos seus membros, e que já havia usado ela em outras sessões no plenário. “Sobre minha roupa não vejo nenhum motivo para que eu não possa usar. Só porque estou com o braço de fora? Curioso que isso aconteça no Dia Internacional da Mulher”, declarou.
Em seguimento ao juízo de valor, Gilvan lançou mão de sua compreensão particular de decência. “Quem quer respeito, se dá ao respeito”, disse. No afã de defender a vereadora, Denninho Silva (Cidadania) achou por bem elogiá-la ao seu modo. “Vossa excelência está linda. Cabelo cacheado…”, comentou.

Veja o vídeo

É possível acompanhar a discussão entre 11:55 até 14:36
Em um terceiro ataque, o Patriota julgou por necessário apontar um adesivo utilizado por Camila. O adereço faz menção ao feminismo e manifesta a insatisfação política com o atual governo. “Gostaria de saber o motivo do adesivo que está no peito da vereadora”, indagou o apoiador inconteste do Presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido).

“Sobre o meu adesivo, estou utilizando pelo mesmo motivo que o vereador está usando a máscara. Está no meu corpo, posso utilizar”, respondeu referindo-se ao colega de Plenário, que usa diariamente uma máscara com desenho de Bolsonaro.

Neste momento, a discussão foi interrompida por Karla Coser (PT) – que presidia a sessão e ainda lembrou aos presentes que “manifestações individuais estão permitidas”.

Todas, todos e todes

A saudação da vereadora no início de sua fala também foi alvo de críticas por parte de Gilvan, desta vez acompanhada pelo vereador Armando Fontoura, o Armandinho (Podemos).
A vereadora Camila Valadão (PSOL) durante sessão ordinária nesta segunda-feira (28). Foto: Divulgação | Gabinete Camila Valadão
Camila saudou os colegas com um “bom dia a todes”, empregando a vogal “e” como flexão de gênero em contraponto à variação de gênero na língua portuguesa para promover inclusão.
“Vereadora Camila, somente corrigindo: é ‘bom dia a todos e todas’. Todes não figura na Língua Portuguesa, não está no dicionário”, relatou.
Ela retrucou: “Na minha fala estou percebendo uma censura, eu posso utilizar não só a língua formal como toda a pluralidade da língua. Posso usar todas, todos e todes. Utilizo o todes porque considero plural”, concluiu.

Casagrande muda novamente comando de secretarias de seu governo

As mudanças de comando no secretariado do governador Renato Casagrande (PSB) continuam. Na noite desta quinta-feira (4), ele anunciou mais uma troca: Lenise Loureiro (Cidadania) deixa a Secretaria de Estado de Gestão e Recursos Humanos (Seger) para assumir a pasta de Turismo.

A divulgação aconteceu por meio de uma publicação em sua conta oficial no Twitter, na qual o governador também informou o substituto de Lenise na Seger. Trata-se do servidor de carreira do Estado, Marcelo Calmon.

Mudanças

Há exatos sete dias, em 25 de fevereiro, Casagrande já havia anunciado as primeiras mudanças na estrutura e no comando do secretariado. Entre as mexidas, a criação da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento, a ser comandada pelo então secretário de Governo, Thyago Hoffman (PSB). Em seu lugar foi indicado o ex-prefeito de Viana Gilson Daniel (Podemos). A nova pasta é resultado da fusão entre as secretarias de Estado de Desenvolvimento e de Ciência e Tecnologia.


Ted Conti (PSB) assume coordenação da Comissão de Fiscalização da BR-101 na Câmara

Foto: Divulgação/Eco-101

O deputado federal Ted Conti (PSB) foi nomeado coordenador da Comissão Externa de Fiscalização da BR-101 do Espírito Santo na Câmara dos Deputados. O parlamentar foi indicado pelo antigo ocupante do cargo, Sérgio Vidigal (PDT), que deixou o Congresso para assumir a Prefeitura da Serra, em janeiro deste ano.

Nesta quarta-feira (3), Conti foi às redes sociais comemorar a indicação, referendada pelo presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), no dia 25 de fevereiro. Na publicação, o capixaba prometeu empenho. “É sem dúvida um grande desafio e vou me empenhar o máximo para ajudar no diálogo entre a Eco-101 e os capixabas”, escreveu.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -