O aumento da taxa Selic e a rentabilidade de ativos até outubro de 2021

 O aumento da taxa Selic e a rentabilidade de ativos até outubro de 2021

Foto: Reprodução

O Copom aumentou, na última quarta-feira, a taxa SELIC: um aumento de 1,50% e uma dose igual já está contratada para a próxima reunião, marcada para os dias 7 e 8 de dezembro.

Nos últimos 10 dias, temos vivido um momento político muito conturbado. A Inflação e os juros em alta e Bolsa e PIB para baixo, depois dos incidentes da semana passada (pedidos de demissão no Ministério da Economia, a expectativa de se ” furar” o teto dos gastos e a votação da PEC dos Precatórios).

Nem mesmo essas altas previstas na taxa Selic são capazes de garantir que a inflação não vá continuar a subir. Este fenômeno tem sido observado nas principais economias ao redor do mundo.

Até o final deste mês de outubro, a aplicação que mais rendeu foi para quem aplicou em títulos indexados ao IGP-M, pois variou 16% nos últimos 12 meses contra uma variação de 7,74% do IPCA.

O pior investimento nos primeiros 10 meses deste ano foi para quem aplicou no Ibovespa – Índice da Bolsa de Valores de São Paulo. O Ibovespa apresentou uma queda em outubro de 4,8% e neste ano já acumula uma perda de 11%.
O ouro apresentou uma variação de 1,85% neste ano e o dólar teve um ganho de 8%, e só perde para o Bitcoin com rentabilidade de 122%.

As cadernetas de poupança renderam 2% até outubro e a variação líquida do CDI ficou em 3%.
Dentro do Ibovespa, há setores que mostraram resultados piores e melhores do que o resultado geral. O setor imobiliário, o chamado Imob, por exemplo, teve uma queda de 36% até outubro, contra uma queda de 11% do Ibov.
As ações chamadas de Small Caps tiveram uma queda de 15% no acumulado até outubro.

Faltando dois meses para terminar o ano, quais são as apostas? Ainda é bom aplicar em Bolsa?

A resposta é sim.

A Bolsa está “barata”, como se diz no jargão de mercado. Os estrangeiros já teriam entrado em busca desta oportunidade, só não entraram ainda comprando ações na Bolsa de Valores por questões de ruídos políticos temporários internos. Pode até mesmo ser que o mercado acionário ainda apresente uma queda ao longo da semana, porém vale acompanhar!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *