quarta-feira, 19 de janeiro de 2022
29.9 C
Vitória

    Projeto Viana Vacinada convoca para dose de reforço neste domingo (16)

    Relacionados

    - Publicidade -

    Depois de conseguir comprovar cientificamente que a aplicação de meia dose da vacina AstraZeneca/Fiocruz tem efetividade contra a Covid-19 semelhante à prescrição padrão, o Projeto Viana Vacinada inicia uma nova fase da pesquisa. Agora, toda a população da cidade de 18 a 49 anos, mesmo que não tenha sido voluntária nas etapas anteriores do estudo, está convidada para tomar a meia dose, como reforço. O Dia D de mobilização está marcado para este domingo (16), das 8h às 16h. Inclusive quem recebeu a dose convencional dos imunizantes Coronavac, AstraZeneca ou Pfizer pode participar.

    A meia dose já está sendo oferecida em todos os postos de vacinação do município. O Dia D de Mobilização está sendo organizado pela Prefeitura de Viana nos seguintes locais: Cemei Manoel Evêncio de Oliveira, em Nova Bethânia; Cemei Maria de Lourdes Coutinho Passos, em Vila Bethânia; Emef Marcílio de Noronha, em Marcílio de Noronha; Emef Orestes Souto Novaes, em Jucu, e na Emef Padre Antunes Siqueira, em Viana Sede.

    - Publicidade -

    O pré-agendamento para esse acompanhamento especial pode ser feito no site vianavacinada.saude.es.gov.br, ou basta comparecer à Policlínica Marcílio de Noronha, no dia 16.

    “Comprovada a efetividade da aplicação da meia dose, os resultados serão enviados ao Ministério da Saúde, Organização Mundial da Saúde (OMS) e à Fiocruz e poderão subsidiar as autoridades sanitárias do Brasil e do mundo para dobrarem a capacidade de imunização com a vacina da Fiocruz. Sabemos que, em muitas regiões mais pobres do mundo, o alcance da vacinação tem sido mais limitado. Nos locais com mais acesso ao produto, a oferta de doses de reforço com meia dose também poderá ser aumentada”, afirmou a coordenadora científica do estudo e gerente de Atenção à Saúde do Hucam-Ufes/Ebserh, a médica Valéria Valim.

    - Publicidade -

    “Os moradores de Viana acreditaram no estudo e agora estamos empenhados com o uso da meia dose como dose de reforço.  Há uma relevância sanitária internacional com o que ocorreu em nossa cidade, e nos orgulhamos de poder ajudar”, destaca o prefeito de Viana, Wanderson Bueno.

    - Publicidade -

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    - Publicidade -