quinta-feira, 7 de julho de 2022
26 C
Vitória

Perigos da primavera: endocrinologista capixaba dá dicas para minimizar doenças típicas da estação

As frequentes mudanças no clima de um dia para o outro, típicas da chegada da primavera, represetam perigo para pessoas que sofrem com doenças respiratórias como asma e alergias como sinusite e rinite. Por isso, a época de transição do inverno para o verão requer cuidado e pede atenção redobrada a importantes hábitos que podem ser esquecidos no dia-a-dia. É o que reforça a endocrinologista e especialista em medicina esportiva, Gisele Lorenzoni.

O amigo número um de quem é acometido por esses males, durante este período, é a hidratação. O clima seco contribui para que ocorra fadiga, dor de cabeça, fome, mas, além disso, o simples fato de ter uma garrafinha d´água ao lado sempre que possível representa grande alívio para as pessoas que sofrem com condições respiratórias adversas.

“Beber água lubrifica nossa boca; garganta e demais partes do sistema respiratório; auxilia nas reações químicas que produzem a energia para as células; produz saliva para ajudar na conclusão da digestão; mantém a temperatura do nosso corpo estável; permite a circulação adequada do sangue”, explicou Gisele.

Além da ingestão constante de água, a especialista também dá outras dicas para que o organismo não sinta de forma tão forte os efeitos da mudança de temperatura e clima seco da estaçao, como procurar sempre lugares arejados e evitar exposição ao sol em horários inadequados, como final de manhã e o início da tarde.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -