quarta-feira, 18 de maio de 2022
21.9 C
Vitória

Covid-19: veja o que pode ou não funcionar na Grande Vitória de acordo com o novo Mapa de Risco

Na última sexta-feira (14), o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, anunciou o novo mapa de risco de contágio pela Covid-19 aos municípios do Estado.

Como principal mudança, está a classificação individual por cidade e não mais através da região. Diante da medida, a Capital é a única localidade da Grande Vitória que passou para o risco moderado de contaminação. As demais permanecem com o risco alto.

Foto: Divulgação Governo do ES

Ainda, foram divulgadas alterações no ramo da educação. Estão liberadas as aulas presenciais em todo o solo espírito-santense. Cabe ao município e a instituição decidir pelo retorno, desde que respeitem o percentual de alunos por sala e alterne os dias da semana.

Quanto aos ônibus do sistema Transcol, que estavam circulando de segunda-feira à sábado até às 22h e aos domingos somente para os profissionais da saúde, voltam para os horários e dias normais.

O transporte rodoviário de coletivos intermunicipais e interestaduais, que estavam com o os veículos reduzidos, podem funcionar com 100% da frota.

As novas regras valem a partir desta segunda-feira (17) até domingo (23). Confira o que está autorizado a funcionar ou não, bem como os horários de funcionamento.

Cariacica, Guarapari, Fundão, Serra, Viana e Vila Velha

Nessas cidades, é permitido o funcionamento de bares, lanchonetes, restaurantes, lojas
de conveniência e distribuidoras de bebidas alcoólicas de segunda-feira à sexta-feira, das 10 às 20h, e aos sábados, das 10h às 16h. Nos domingos, é proibido a abertura.

Além disso, as academias também estão autorizadas a funcionar, com limite de alunos por área, sendo proibido apenas as atividades aeróbicas coletivas.

Os bancos podem funcionar em horário normal. Já os bares estão proibidos.

Vitória

Em Vitória, é permitido o funcionamento de bares, lanchonetes, restaurantes, lojas
de conveniência e distribuidoras de bebidas alcoólicas de segunda-feira à sábado, das 7h às 22h e aos domingos, das 7h às 16h.

Além disso, as academias estão autorizadas a funcionar, sendo proibido apenas as atividades aeróbicas coletivas. Shows, comícios e passeatas não podem ser realizadas no período.

Também estão liberados os eventos corporativos, acadêmicos, técnicos e científicos, desde que respeitem o limite máximo de 300 pessoas.

Quanto ao comércio e os shoppings, esses podem funcionar normalmente sem quaisquer restrições de dias e horários.

Quanto ao comércio e os shoppings, esses podem funcionar normalmente sem quaisquer restrições de dias e horários.


Mais de 19% da população capixaba recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19

Até a quinta-feira (13), 776.449 pessoas receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 no Espírito Santo. Mais 17.486 capixabas foram vacinados, de acordo com a última atualização. O total que representa 19,11% da população.

A segunda dose do imunizante foi aplicada em 283.559 cidadãos, mais 3.956 em relação à segunda-feira. O número equivale a 6,98% do contingente populacional do estado e 36,51% do número de pessoas que já receberam a primeira dose.

Ao todo, mais 21.442 pessoas foram vacinadas no último período de 24 horas.

As vacinas aplicadas são a CoronaVac, do Instituto Butantan e o laboratório Sinovac, a desenvolvida pela parceria Oxford/AstraZeneca, chamada Covishield, e também a vacina da Pfizer.

O governador Renato Casagrande (PSB) anunciou que mais 21,4 mil doses da CoronaVac vão chegar ao Espírito Santo nesta sexta-feira (14), todas elas destinadas para a vacinação em segunda dose. Na última semana, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) estimava que cerca de 87 mil pessoas aguardavam a segunda dose da CoronaVac.

O Estado recebeu 1.448.650 doses de vacina, distribuídas pelo Ministério da Saúde. Destas, 1.405.188 já foram encaminhadas para os municípios.

ES entre os que mais vacinam em primeira dose

De acordo com informações do Consórcio de Imprensa, com dados das secretarias estaduais de saúde, o Espírito Santo é agora o quinto que mais aplicou a primeira dose no país. Na frente, apenas o Mato Grosso do Sul (23%) e Rio Grande do Sul (22,97%), São Paulo (19,79%) e Bahia (19,25%). Quanto a segunda dose, é o 22°.

O número de pessoas no grupo prioritário agora é de 1.196.409. Para a primeira dose, foram destinadas 1.032.820 doses, o que corresponde a 86% da cobertura. Desse total distribuído, 75,18% delas já foram aplicadas na população capixaba.

Para a segunda aplicação, 372.368 doses, o que dá 34% da cobertura. O Espírito Santo aplicou 76,15% da quantidade disponível. Estes números estão disponíveis no Painel de Vacinação.

Ao todo, de todas as vacinas já encaminhadas aos municípios, 345.180 permanecem em armazenamento.

De acordo com o Ministério da Saúde, o Espírito Santo é o 9º estado do país no ritmo de vacinação, na relação de doses disponibilizadas e aplicadas, com 76,1% das doses aproveitadas.

No Brasil

Ao todo, 37.744.3571 brasileiros receberam a primeira dose, mais 546.686 nas últimas 24 horas, o que corresponde a 17,82% da população do país. Das doses distribuídas aos estados, 51,37% foram aplicadas.

Quanto a segunda dose, 18.807.027  pessoas tomaram, mais 148.055 de quarta para quinta, o que significa que apenas 8,88% dos brasileiros estão totalmente imunizados. Ao todo, 25,6% das doses distribuídas aos estados.

Isso quer dizer que 694.741 doses foram aplicadas no Brasil neste período.

Desde o início da pandemia, o total de doses aplicadas é de 56.551.384.

As informações são do Consórcio de Imprensa (formado por G1, O Globo, Extra, UOL, Estado de São Paulo e Folha de São Paulo), com dados das secretarias estaduais de saúde.

No mundo

Mais de 1,38 bilhões de doses foram aplicadas em 176 países, de acordo com a Covid Vaccine Tracker, da Bloomberg, cerca de 22,5 milhões de doses por dia.

A empresa estimou o prazo para que o Brasil tenha 75% da população vacinada: apenas daqui 12 meses (em maio de 2022), seguindo o ritmo atual. Até o momento, 13,4% de cobertura no país.

Por exemplo, Estados Unidos, com 267 milhões de pessoas vacinadas, e Reino Unido, com 54,8 milhões de vacinados, têm previsão de ter essa cobertura daqui a três meses, em agosto. Ambos tem 41,5% e 41% da população coberta pela vacinação, respectivamente.

Em estágio mais avançado, na América do Sul, o Chile pode ter o mesmo índice em agosto. Atualmente, o país possui doses suficientes para 16,2 milhões de habitantes, o que dá a cobertura de 42,5% da população.

Uruguai pode ter 75% da população coberta daqui a quatro meses. Atualmente, há doses para cobrir 2,15 milhão, o que corresponde a 30,6% do contingente populacional.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -