quarta-feira, 18 de maio de 2022
21.9 C
Vitória

Larva na Ufes: Depois de dois dias de protestos, auxílio aumenta para R$ 20,00 mais cesta básica

Alunos fizeram novo protesto nesta quinta-feira (12)

O Auxílio Alimentação Emergencial a ser pago aos estudantes dos campi de Goiabeiras e Maruípe cadastrados no Programa de Assistência Estudantil da Ufes (Proaes-Ufes) até a retomada do funcionamento dos Restaurantes Universitários (RUs) passará de R$ 15 para R$ 20 por dia.

A decisão de aumentar o valor tomada pela Administração Central da Ufes foi possível após disponibilização de recursos decorrentes da suspensão do contrato com a empresa fornecedora de marmitas.

Segundo o diretor de Assistência Estudantil, Iury Pessoa, para os estudantes com cadastro ativo no Proaes, o valor estará disponível até sexta-feira. Já a folha para estudantes cotistas de renda ingressantes nos semestres letivos 2021/2 e 2022/1, que solicitaram cadastro no Proaes, mas cujo processo ainda está em andamento, a expectativa é que o pagamento ocorra até a próxima terça-feira.

Para os estudantes do campus de São Mateus, que estão recebendo o auxílio desde 4 de maio, a diferença do valor será paga em folha complementar. Os beneficiados também devem receber até terça-feira.

O pagamento de Auxílio Alimentação Emergencial para os estudantes de Goiabeiras e Maruípe foi uma medida adotada após a rescisão do contrato com a empresa fornecedora de marmitas para os RUs. O contrato foi rescindido de modo consensual entre a Administração Central da Ufes e o fornecedor, após relatos de estudantes que encontraram larvas em algumas refeições.

O auxílio será pago considerando os dias úteis do período de 10 a 20 de maio. A previsão é que a produção própria de refeições seja reiniciada nestes restaurantes a partir de 23 de maio, com o retorno do atendimento por meio do sistema prato e bandeja (self-service).

Doação de cestas

Em paralelo, a diretoria de Assistência Estudantil da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis e Cidadania (Proaeci) iniciou nesta terça-feira, 10, a distribuição de cestas básicas a estudantes dos campi de Goiabeiras e de Maruípe. A entrega de alimentos ocorreu por meio do projeto Ufes pela Ufes: ação comunitária em defesa da vida e contemplou alunos ingressantes nos últimos dois semestres letivos, com renda familiar per capita inferior a meio salário mínimo e que ainda não conseguiram concluir seu cadastro no Proaes-Ufes.

Foram convocados por e-mail 152 estudantes. Um total de 43 estudantes foram atendidos nos campi de Goiabeiras e Maruípe. Além disso, serão encaminhadas 20 cestas para o campus de Alegre e outras 25 para o de São Mateus.

O projeto Ufes pela Ufes é uma iniciativa dos servidores da Universidade. Ele foi criado em abril de 2021 para angariar cestas básicas destinadas prioritariamente a estudantes de baixa renda que não estavam sendo atendidos pelo Proaes, trabalhadores terceirizados e familiares de trabalhadores vinculados ao projeto de extensão Impactando Vidas e que se encontravam em situação de vulnerabilidade. Iury Pessoa explica que a ação não se confunde com a assistência estudantil, sendo uma iniciativa não oficial realizada pelos servidores.

“A partir do distanciamento do momento mais grave da pandemia, o projeto vem realizando ações pontuais em situações de emergência identificadas pela campanha, como durante as chuvas em Alegre ou com a suspensão do fornecimento de marmitas no restaurante universitário”, acrescenta.

As doações para o projeto Ufes pela Ufes são feitas por docentes e servidores técnico-administrativos da Universidade, por estudantes, pela comunidade externa e por entidades parceiras, como a Associação dos Docentes da Ufes (Adufes), o Sindicato dos Trabalhadores da Ufes (Sintufes), o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea-ES), a Caixa de Assistência à Saúde da Universidade (Casufes) e o Serviço Social da Indústria da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Sesi/Findes).

Desde a sua criação, o projeto recebeu a doação de 1.772 cestas básicas. As pessoas interessadas em doar podem acompanhar as campanhas periodicamente lançadas pelos coordenadores da ação nas mídias sociais, em sites e e-mails.

Fonte: Ufes

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -