terça-feira, 18 de junho de 2024
23.9 C
Vitória

FIFA bane jogadores e amplia suspensão por manipulação em partidas de futebol

Entidade ratifica banimento de Ygor Catatau, Matheus Gomes e Gabriel Tota após decisão inicial do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A FIFA estendeu os efeitos de penas definidas por tribunais nacionais para que os atletas cumpram sanção mesmo que acertem com clubes de outros países.

A FIFA informou nesta segunda-feira (11) que ampliou para o mundo todo a suspensão de jogadores que foram punidos no Brasil por manipularem partidas de futebol em um esquema ilegal. Os jogadores Ygor Catatau, Matheus Gomes e Gabriel Tota tiveram seus banimentos ratificados pela entidade, a decisão já havia sido tomada pelo STJD.

Em seu site, a entidade listou os 11 atletas que tiveram suspensões determinadas por tribunais esportivos brasileiros. As penas variam de 360 dias de gancho a banimento do esporte.

As punições são consequência da Operação Penalidade Máxima, uma investigação do Ministério Público de Goiás que descobriu um esquema de manipulação para favorecer apostadores – há também processos criminais contra esses atletas.

As punições, a princípio, se restringiam ao território nacional, sob jurisdição do STJD. Alguns dos atletas, como o zagueiro Eduardo Bauermann, chegaram a fechar contratos com clubes estrangeiros – o zagueiro se transferiu para a Turquia.

A pedido da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a FIFA analisou os casos e decidiu pela extensão das punições a todas as federações filiadas à entidade.

  • Igor Catatau (eliminado)
  • Paulo Sérgio (600 dias)
  • Gabriel Tota (eliminação)
  • Paulo Miranda (720 dias)
  • Fernando Neto (380 dias)
  • Eduardo Bauermann (360 dias)
  • Matheus Gomes (eliminação)
  • Mateusinho (600 dias)
  • André Queixo (600 dias)
  • Moraes (720 dias)
  • Kevin Lomónaco (380 dias)

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp! Basta clicar aqui

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Relacionados

- Publicidade -