sexta-feira, 24 de junho de 2022
23.3 C
Vitória

Conheça Feroz, o influenciador que faz a previsão das ondas com vídeos engraçados

Quem passa pela Praia do Solemar, em Jacaraípe, na Serra, provavelmente já se deparou com essa figuraça conhecida como “Feroz”. Uma espécie de influenciador digital do surfe, todas as manhãs ele faz um check-in do surfe, com vídeos bem humorados sobre as condições do mar, do vento, a temperatura, do ecossistema da região e muito mais. 

O nome de batismo dessa peça rara é Lúcio Firmino da Silva, 46 anos. Ele vai contar para a gente como é seu dia a dia e como surgiu a ideia de fazer o boletim do surfe todas a manhãs, muitas vezes, antes do sol nascer. 

“Isso começou há 8 anos. Muitos surfistas alegavam que ‘queimavam petróleo à toa’ porque chegavam na praia e não tinha onda. Vendo eles reclamarem da perda de tempo e de combustível, foi aí que tive a ideia: por que não gravar vídeos mostrando as condições do mar e enviar para o grupo? Tudo aconteceu rapidamente e as pessoas começaram a gostar e compartilhar com os amigos”, destaca Feroz.

Em entrevista para o portal MovNews, o surfista alega que a divulgação aconteceu de maneira espontânea e foi criando forma, até chegar no sucesso de hoje em dia.

“Comecei a acordar mais cedo para gravar os vídeos e isso foi ganhando forma, uma identidade. Foram me ensinando como mexer nas outras tecnologias como o Facebook e o Instagram. Passei a postar nessas redes também”.

Quando tudo caminhava bem, Feroz perdeu o celular e ficou sem gravar. Até que uma alma generosa o ajudou. “Certa vez perdi o meu celular e uma pessoa meu deu um aparelho novo para que eu pudesse continuar gravando os boletins do surfe e o projeto seguiu em frente”, recorda. 

Feroz explica que está aprendendo até hoje a lidar com a internet, mas que nunca mais pretende parar de criar entretenimento digital para os seus seguidores e para a comunidade do surfe.

“É um eterno aprendizado. Hoje em dia sinto que preciso monetizar esse trabalho cada vez mais. Estou muito feliz com o meu crescimento nas redes sociais e com o que realizo. Faço a economia girar e ajudo pessoas com informações todos os dias relacionadas ao mundo do surfe”, destaca, orgulhoso. 

Projeto social

Um homem de multitarefas, Feroz é conhecido pelo seu trabalho com a comunidade de Jacaraípe e o meio ambiente da região. Aos 30 anos começou a trabalhar em um “mutirão ecológico” no bairro, onde a partir das ações começou a montar uma grande equipe com o também surfista, Juliano Moulin.

“Montamos uma equipe bem variada em vários aspectos. Conseguimos parcerias com a Cesan e a Prefeitura da Serra, na época. Realizamos palestras, ensinamos as crianças como ligar a rede de esgoto e a importância de cuidar do meio ambiente”, lembra Feroz.

Durante as ações, o grupo também contribuiu com ações de preservação da restinga da região. Após alguns meses foi inaugurada a sede da ASEES (Associação de Surfe do Estado Espirito Santo), localizada na orla de Jacaraípe. 

“No local realizamos um projeto social bem bacana com as crianças e jovens. Graças a esse espaço muitas estão longe das ruas e podem aprender cada vez mais a arte do surfe. Na nossa equipe contamos com o Pezão, que conserta as pranchas. Eu vendo os acessórios e tudo que você precisar para o surfe. Já o Flávio fica na área da preparação física, e a Bebel, minha esposa, na venda dos lanches e do PF (Prato Feito)”, explica.

O surfista e ativista social finaliza a entrevista ressaltado que, o surfe é o que dá o gás para a atuação na sociedade. “Esse é meu combustível. Jamais vou deixar de lado as ações sociais da comunidade de Jacaraípe. Isso faz parte da minha vida”, garante Feroz, que manda um recado para a galera.

“Estamos aqui de segunda a segunda vendo o dia clarear junto com os atletas e membros do projeto social. O surfe não tem cor e nem classe. Falo para todos. Se eu largar o mar e estiver no hospital tem que molhar o meu rosto com a brisa oceânica para me acordar”, finaliza o poeta Feroz.

Famoso na internet

Dono de um astral invejável, Feroz não deixa de arrancar elogios e depoimentos de seus seguidores. Em um bate-papo descontraído, o surfista e fundador da escola de surfe “Moulin”, Juliano Moulin, destacou elogios do colega.

“Ele é fantástico, muito criativo, tem muita propriedade para falar, por conhecer o pico, ser surfista e conhecer Jacaraípe há muitos anos. Tem muita experiência para fazer o check-in das ondas”. 

Outro surfista que também sabe descrever bem Feroz é Matheus Henrique. “Ele é o cara mais hilário que você vai encontrar. Está ‘de boa’, na paz, fazendo o check do surfe da galera e animando o pessoal. Também ajuda todos que precisam. Cabe lembrar que ele também é o narrador dos campeonatos da Moulin”, destaca.

Por fim, Igor Chaves descreve o surfista e ativista social como “um cara sem igual”. “Em Jacaraípe ninguém faz graça como ele. Feroz tem o seu jeito próprio para conhecer o mar. Ele faz tudo com uma diversão absurda, sempre adicionando os jargões e gírias do surfe”, finaliza. 

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -