sábado, 25 de junho de 2022
21 C
Vitória

“Jogadora cara”: Repórter vira atleta do Vila Nova por um dia

Ser jogadora de futebol profissional é o sonho de muitas mulheres. Mas para alcançar esse objetivo é necessário passar por muitos obstáculos, como dividir a rotina de trabalho formal com a de treinos. A repórter que vos fala, ou melhor, escreve, foi acompanhar de perto e viver na pele um dia de treino da equipe feminina do Vila Nova.

O clube possui sede em Vila Velha, onde foi fundado em 2007, mas vai até Viana treinar no Campo do Aliança, às 19 horas, durante a semana. Além da parte tática, a mulherada também pega pesado nos treinos físicos realizados no CT.

A reportagem do MovNews acompanhou um dia de treinamento e, mesmo com fama de “jogadora cara”, posso afirmar, isso não é para amadores.

Preparação

O técnico e presidente do Vila Nova, Luciano Tadino, faz o deslocamento das atletas com a van do clube. Pelo caminho, ele vai buscando as jogadoras que saem do trabalho e se preparam para mais um dia de treino.

O nosso ponto de encontro foi o terminal de ônibus de Campo Grande, em Cariacica, onde algumas atletas aguardavam o veículo. Logo quando chegamos em Viana, coloquei a chuteira, o uniforme e começamos o aquecimento.

De cara, dá para notar a diferença gritante entre o meu preparo físico de boleira amadora para o das atletas que encaram isso com seriedade. Detalhe, eu jogo as famosas “peladas” com certa frequência, mas nada se compara com o treino da equipe do Vila Nova.

A matéria completa do dia de “jogadora cara” você acompanha no vídeo.

Confira a história do Vila Nova no link da matéria abaixo

Jogando por amor e colecionando títulos. Conheça a trajetória do Vila Nova

- Publicidade -

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -