quinta-feira, 19 de maio de 2022
16.9 C
Vitória

Técnico aponta Brasil como grande favorito ao título na Copa do Catar

Melhor ataque, melhor defesa, líder isolada das Eliminatórias Sul-Americanas e classificada com cinco rodadas de antecipação para a Copa do Mundo do Catar, a Seleção Brasileira vai entrar em campo como uma das grandes favoritas ao título do mundial, que acontece em novembro.

E esse destaque máximo dentro de campo foi explicado de forma minuciosa pelo técnico Everton Calegari. Escolhido pela reportagem do Portal MovNews para fazer uma análise sobre os pontos fortes do Brasil nas Eliminatórias e projetar a participação na Copa, Calegari tem formação na Associação de Treinadores de Futebol da Argentina (ATFA) e na Universidade de Madri, na Espanha.

De acordo com o treinador, o Brasil possui uma defesa sólida e um ataque poderoso, o que ficou evidenciado pela quantidade de goleadas (6) em toda a campanha, além dos poucos gols sofridos.

“Além de possuir um poder ofensivo eficiente (40 gols em 17 jogos) com uma média de 2,35 gols por jogo, o sistema defensivo conseguiu se consolidar tomando apenas 5 gols em 17 jogos. Os goleiros brasileiros estão entre os melhores do mundo e realizaram 40 defesas na competição. Curioso é que temos a média de gols feitos igual a de defesas de nossos goleiros.”

Como o Brasil joga

Everton Calegari também detalhou a forma de jogar da Seleção. Com esquemas táticos bem definidos, o Brasil alternava o sistema de acordo com o adversário e chegou a utilizar o atacante Neymar como um “falso 9”.

“O treinador brasileiro tem um perfil conservador e, a meu ver, a Seleção de 2022 está mais com a “cara Tite” do que o time de 2018. A disciplina tática e comportamental da Seleção Brasileira é algo nítido. O Brasil atuou nas eliminatórias em quatro esquemas de jogo: 4-2-3-1; 4-3-3; 4-4-2- e 4-2-2-2.

 
Esquemas táticos da seleção brasileira
Reprodução

Não empolgou

Mesmo iniciando a campanha com duas goleadas sobre Bolívia e Peru, o Brasil teve partidas onde não empolgou o torcedor, como nas vitórias magras sobre Venezuela, Colômbia e Chile, além dos empates contra Equador, Colômbia e Argentina. A Seleção ainda vai encarar a Argentina novamente, em jogo suspenso no ano passado.

“O torcedor brasileiro reclama que a Seleção tem apenas um jeito de jogar. Isso é ruim? Depende. É uma verdade? Não! Acredito que Tite tem claro seu modelo de jogo. Nas eliminatórias da Copa de 2022, a Seleção Brasileira teve em média 59% de posse de bola, que resultou em 239 chutes, e 106 acertaram o gol. Uma média de 6,23 chutes a gol por jogo. É um único jeito de jogar? Eu vejo que não. Podemos observar as mudanças nos sistemas de jogo que tivemos durante as eliminatórias e a adaptação de jogadores buscando novas funções potencializando os resultados individuais e coletivos.”
 
 
Neymar, atacante do Brasil
Lucas Figueiredo/CBF

Disciplina tática

Por fim, Everton Calegari destaca a disciplina tática relacionada aos minutos em campo dos jogadores comandados por Tite. E também faz a sua lista de atletas que acredita já estarem garantidos na Copa.
 
“Dos 11 jogadores com mais minutos em campo durante toda competição, 8 são do setor defensivo. Tite deverá ajustar a Seleção conforme seus adversários jogam? Sim. Ajustes devem ser realizados para tentar anular os pontos fortes do adversário e explorar os pontos fracos em nosso favor. Agora eu não vejo Tite mudando completamente seu modelo de jogo. Isso é fundamental para que se consiga uma disciplina tática e prevaleça o jogo coletivo.”
 
Everton Calegari é técnico de futebol
Arquivo Pessoal

Garantidos na Copa

Podendo convocar até 26 jogadores para essa Copa, Everton Calegari acredita que já estão com a vaga garantida 20 atletas:

Goleiros
Alisson
Ederson
Weverton

Laterais
Daniel Alves
Danilo
Guilherme Arana
Alex Sandro

Zagueiros
Marquinhos
Eder Militão
Thiago Silva

Volantes
Casemiro
Fred
Fabinho

Meias
Lucas Paquetá
Philippe Coutinho

Atacantes
Neymar
Vinícius Jr.
Raphinha
Anthony
Richarlison

Restam 6 vagas. Quem você acredita que Tite vai levar?

- Publicidade -

5 COMENTÁRIOS

  1. Difícil projetar Copa do Mundo analisando só eliminatórias.

    Suíça e Sérvia tiraram gigantes nas eliminatórias europeias, acredito que o nível será bem superior a de 2018.

  2. Parabéns pela análise e qualidade das informações.. O grupo do Brasil é ideal para sentir o time.. Não é tão difícil.. Mas está longe de ser fácil..

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -