sexta-feira, 6 de maio de 2022
24.9 C
Vitória

Ex-técnico da Desportiva pede perdão à auxiliar

O ex-técnico da Desportiva Ferroviária, Rafael Soriano, demitido da equipe Grená e suspenso pela Federação Capixaba de Futebol, pediu perdão à auxiliar Marcielly Neto pela tentativa de agressão com uma cabeçada e pelos xingamentos desferidos contra o trio de arbitragem.

Soriano gravou um vídeo com pouco mais de dois minutos onde pede perdão também à direção da Desportiva, à Federação de Futebol e aos torcedores de todo o país.  Na gravação, ele diz ainda que quer conversar com a Marielly e mostrar seu arrependimento.

Aos 36 anos, com uma carreira de 19 anos como treinador, Soriano foi afastado preventivamente pelo Tribunal de Justiça Desportiva. Por 30 dias ele não poderá trabalhar com futebol.

A pena máxima que pode ser aplicada para a agressão é de afastamento por 180 dias. Após seis meses, o treinador está liberado para seguir como comandante de qualquer clube no país. E, inclusive, ter seus jogos bandeirado por Marcielly Neto.

O caso

No último domingo (10), no intervalo da partida entre Nova Venécia e Desportiva Ferroviária, pelas quartas de final do Campeonato Capixaba, Rafael Soriano tentou agredir a bandeirinha Marcielly Neto com uma cabeçada. Pelo vídeo, não está claro se o treinador conseguiu acertar, mas o TJD-ES afirma que simplesmente a tentativa de agressão ‘deve ser exemplarmente punida’. A auxiliar registou Boletim de Ocorrência contra o técnico.

 

- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -