segunda-feira, 15 de abril de 2024
23.8 C
Vitória

Presidenta da Caixa diz que Bolsa Família poderá ser pago com real digital

A presidenta da Caixa Econômica Federal, Maria Rita Serrano, compartilhou suas visões sobre o potencial uso do real digital como meio de pagamento de benefícios sociais e trabalhistas. O real digital é a criptomoeda oficial desenvolvida por empresas autorizadas pelo Banco Central (BC), e o banco já lançou um consórcio com o objetivo de elaborar produtos e soluções para esse novo sistema.

De acordo com Maria Rita Serrano, a ideia é que a moeda tokenizada, ou seja, a moeda convertida em ativos digitais, possa ser utilizada futuramente para pagar benefícios sociais e trabalhistas, tornando o processo mais eficiente e inclusivo. A Caixa, que já está presente em 99% dos municípios brasileiros e atende a cerca de 155 milhões de clientes, considera-se um ambiente propício para testar e desenvolver tais soluções.

Neste contexto, a Caixa lançou, em parceria com a bandeira de cartões de crédito Elo e a Microsoft, o projeto-piloto do real digital. Segundo Marcos Brasiliano Rosa, vice-presidente de Finanças do banco, essa parceria acelera o desenvolvimento do projeto, pois a Elo contribuirá para a criação de opções de criptoativos com pagamento em parcelas, semelhante às faturas de cartão de crédito, e a Microsoft fornecerá sua experiência tecnológica.

A tokenização é um aspecto chave do projeto, pois representa digitalmente bens ou produtos financeiros, facilitando as negociações em ambientes virtuais. Essa representação é baseada em códigos com requisitos, regras e processos de identificação, permitindo a compra e venda de ativos ou frações deles de forma mais ágil e prática.

Disponível em 2024

Embora os testes do real digital estejam em andamento desde março, a previsão é que a moeda esteja disponível para a população somente no final de 2024. Durante esse período, o consórcio continuará a desenvolver soluções que possam potencializar o uso do real digital. Um desses produtos inclui a possibilidade de compra de imóveis utilizando a criptomoeda oficial, o que, de acordo com Júlio Gomes, vice-presidente de Serviços Financeiros da Microsoft Brasil, pode agilizar e reduzir os custos dos financiamentos habitacionais.

O projeto piloto permitirá aos participantes realizar testes e implementar sistemas acoplados à plataforma criada pelo Banco Central. Essa etapa será fundamental para avaliar a segurança e eficiência da plataforma em operações simuladas envolvendo o real digital e os depósitos tokenizados das instituições financeiras.

Os ativos utilizados nos testes incluirão depósitos de contas de reservas bancárias, de contas de liquidação e da conta única do Tesouro Nacional, além de depósitos bancários à vista, contas de pagamento de instituições de pagamento e títulos públicos federais. As transações com títulos do Tesouro Nacional serão simuladas apenas a partir de fevereiro do próximo ano.

O projeto-piloto do real digital é aguardado com expectativa, pois representa uma importante iniciativa que combina digitalização financeira com inclusão social, podendo abrir novas possibilidades para o sistema financeiro do país. Com informações da Agência Brasil.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp! Basta clicar aqui.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Relacionados

- Publicidade -