sexta-feira, 24 de junho de 2022
23.3 C
Vitória

PIB capixaba cresce 1,7% no primeiro trimestre de 2022 e supera média nacional

O Procuto Interno Bruto (PIB) do Espírito Santo cresceu 1,7% no primeiro trimestre de 2022 em comparação aos três últimos meses de 2021. Esta foi a sétima vez consecutiva que a economia capixaba apresentou resultado positivo no indicador trimestral. A informação é do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) e foi divulgada nesta sexta-feira (3).

No acumulado do ano, a economia estadual se expandiu em 4,1%, enquanto a média nacional foi de 1,7 de alta. De acordo com o IJSN, o PIB do Espírito Santo registrou expansão acima da média nacional em todas as comparações.

Em valores correntes, o PIB nominal capixaba alcançou a cifra de R$ 39,8 bilhões no primeiro trimestre de 2022, se mantendo estável em relação ao período anterior. No acumulado de quatro trimestres, a cifra chegou a R$ 156,6 bilhões, atingindo o maior patamar agregado em toda a série histórica.

O desempenho é melhor ainda para o Espírito Santo na comparação do acumulado dos últimos quatro trimestres, quando a alta foi de 7,2%, ante um crescimento de 4,7% do Brasil. Este é o melhor resultado desde o primeiro trimestre de 2012.

“O Instituto Jones dos Santos Neves é o órgão oficial responsável pelos dados do PIB trimestral e do PIB anual do Espírito Santo, e integra uma rede nacional de pesquisa de contas regionais, coordenada pelo IBGE. Os resultados mostram a economia capixaba crescendo de forma expressiva, com seu desempenho se mantendo sempre acima da média nacional e em um ritmo contínuo”, avalia o diretor de Integração do IJSN, Pablo Lira.

Fonte: Instituto Jones dos Santos Neves

Resultados

O bom desempenho econômico capixaba foi puxado, principalmente, pelo setor de Serviços, que na comparação trimestral entre o fim de 2021 e o início de 2022 avançou 9,9%.

No acumulado do ano, o setor apresentou uma expansão de 33,3% em Serviços prestados às famílias e 13,8% em Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio.

O Comércio Varejista teve alta de 5,1% no primeiro trimestre, com influência do crescimento no Varejo restrito (8,8%) e em Veículos, motocicletas, partes e peças (0,4%).

Já a Indústria Geral teve um desempenho mais modesto, porém ainda positivo de 1,6%, motivado, especialmente, pela Indústria de Transformação (7,5%), segmento que ajudou a amenizar a retração (-10,8%) da Indústria Extrativa.

Aliás, a Indústria de Transforção teve como destaques três dos quatro setores pesquisados: Fabricação (20,5%), Metalurgia (13%) e Fabricação de celulose, papel e produtos de papel (1,9%). Na contramão restou apenas a Fabricação de minerais não metálicos (-8,8%).

A produção agrícola cresceu também em 8 dos 10 principais produtos da agricultura local: Café Conilon (3,3%), Café Arábica (28,4%), Banana (8,7%), Pimenta-do-reino (4,0%), Tomate (1,4%), Cana-de-açúcar (23,8%), Cacau (2,5%) e Abacaxi (10,0%). Retrações foram registradas somente em Coco (-13,1%) e Mamão (-8,7%).

“Os resultados mostram uma forte retomada econômica em setores importantes como Serviços, Comércio Varejista e na Indústria. Temos que destacar ainda a previsão de crescimento na produção agrícola, com aumento nas safras de café Arábica, Conilon e vários outros produtos. As boas notícias se refletem também no mercado de trabalho, com saldo positivo já neste primeiro trimestre. O ponto de atenção deve ser a inflação, que acumulou alta de 3,0% no período”, pontuou o coordenador de Estudos Econômicos do IJSN, Antonio Ricardo da Rocha Freislebem.

Comércio exterior

O IJSN destaca ainda o crescimento do Comércio Exterior, com aumento das exportações capixabas. No primeiro trimestre deste ano, avanço de 18,65%, resultando em uma movimentação de US$ 2,1 bilhões. As importações tiveram alta de 62,82% no período, com um saldo também de US$ 2,1 bilhões.

Trabalho

Em relação ao Mercado de Trabalho, o estoque de emprego formal chegou a 787.283 postos, resultado da criação de 13.481 novos vínculos com carteira assinada nos primeiros três meses de 2022.

*Com informações do Instituto Jones dos Santos Neves

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -