quarta-feira, 29 de junho de 2022
22.7 C
Vitória

Ministério de Minas e Energia anuncia nova troca de presidente da Petrobras

A Petrobras terá um novo presidente, o quarto em apenas três anos e cinco meses de mandato de Jair Bolsonaro (PL). Caio Mário Paes de Andrade assumirá o comando da petroleira no lugar de José Mauro Ferreira Coelho, que assumiu o cargo há apenas 40 dias. A troca foi anunciada ontem à noite (23) pelo Ministério de Minas e Energia.

Em nota, pasta agradeceu a Ferreira Coelho pelos resultados alcançados pela Petrobras durante sua gestão e destacou que o país “vive atualmente um momento desafiador, decorrente dos efeitos da extrema volatilidade dos hidrocarbonetos nos mercados internacionais”.

O ministério aponta que diversos fatores geopolíticos impactaram no preço dos combustíveis, especialmente da gasolina e do diesel, e dos componentes energéticos, condições que, segundo o comunicado, exigem o fortalecimento da capacidade de investimento no setor privado como forma de gerar emprego e renda para a população.

“Trabalhar e contribuir para um cenário equilibrado na área energética é fundamental para a geração de valor da empresa, gerando benefícios para toda a sociedade”, diz a nota.

A petroleira recebeu ainda ontem um ofício do ministério solicitando a convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária para promover a destituição de Ferreira Coelho e a eleição de Paes de Andrade como membro do Conselho de Administração da empresa.

Caio Mário Paes de Andrade, o novo indicado para presidir a Petrobras – Foto: Reprodução

O ofício solicita que, posteriormente, o conselho que avalie Paes de Andrade para o cargo de presidente da Petrobras.

“Tendo em vista que José Mauro Ferreira Coelho foi eleito pelo sistema do voto múltiplo na Assembleia Geral Ordinária realizada em 13 de abril último, caso aprovada pela assembleia geral, sua destituição implicará na destituição dos demais membros do conselho eleitos pelo mesmo processo, devendo a companhia realizar nova eleição para esses cargos, nos termos do artigo 141, § 3º, da Lei 6.404/76”, informou a estatal em nota.

Paes de Andrade é formado em comunicação social pela Universidade paulista, pós-graduado em administração e gestão por Harvard e mestre em administração de empresas pela universidade de Duke, ambas instituições dos Estados Unidos.

Atualmente, o indicado para assumir a presidência da Petrobras é secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, sendo responsável pela plataforma Gov.br. Paes de Andrade é também membro do Conselho de Administração da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e da Pré-Sal Petróleo S.A. (PPSA). De 2019 a 2020, presidiu o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

“Portanto, indicado reúne todos as qualificações para liderar a Companhia a superar os desafios que a presente conjuntura impõe, incrementando o seu capital reputacional, promovendo o continuo aprimoramento administrativo e o crescente desempenho da Empresa, sem descuidar das responsabilidades de governança, ambiental e, especialmente, social da Petrobras”, defendeu do Ministério de Minas e Energia no comunicado de ontem.

Paes Andrade será o quarto presidente da Petrobras no atual governo. Seus antecessores foram Roberto Castelo Branco, Joaqui Silva e Luna e José Mauro Ferreira Coelho, em vias de passar o posto ao novo indicado.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -