segunda-feira, 27 de junho de 2022
18.8 C
Vitória

ID Jovem garante acesso à cultura pela metade do preço e até passagens gratuitas

Demilyn Teresa da Silva Moreira tem 25 anos, trabalha como técnica de orçamentos e é natural de Campos dos Goytacazes, interior do Rio de Janeiro. Há alguns anos morando em Vitória, ela faz uso da Identidade Jovem (ID Jovem), uma carteirinha de descontos para jovens de 15 a 29 anos inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) no Governo Federal e cuja família tenha uma renda mensal de até dois salários mínimos (R$ 2.424,00).

“Uso o ID Jovem desde 2018. Para mim foi muito bom, porque a passagem daqui para lá é R$ 100. Pelo ID Jovem eu pago pouco mais de R$ 2, que é uma pequena taxa. Isso foi muito bom para eu poder ver minha família. Economizava bastante”, conta Demilyn.

A quantia paga pela técnica de orçamentos em passagens de ônibus intermunicipais diz respeito a taxa operacional do serviço. Dois bilhetes a esse custo, quase gratuito, são disponibilizados pelas empresas do setor a jovens como Demilyn. Caso já tenham sido adquiridos, o portador da ID Jovem paga somente metade do valor cobrado na passagem.

“Uso bastante o benefício, pois é muito bom para mim. O único problema é que até Campos dos Goytacazes só tem ônibus de uma empresa. A outra empresa concorrente quase não disponibiliza ônibus convencional e durante a semana, ao meio-dia. Não dá para mim”, lamenta.

Apesar dos poucos ônibus disponíveis, Demilyn faz uso do benefício em outras atividades, tais como shows, jogos de futebol e eventos culturais. Com tanto a ganhar, ela recomenda a todos os que puderem fazer a sua ID Jovem, que façam.

“Recomendo que todos façam a ID Jovem porque é muito bom. Tem esse benefício da passagem de graça ou pela metade do preço. É ótimo também para ter descontos em jogos, teatro e eventos culturais. É um programa que permite ao jovem ter acesso à cultura, a viagens, a jogos. Acho incrível o governo ter feito isso, porque dá chances aos jovens sem condições”, diz a jovem fluminense.

O que é

A ID Jovem foi criada em 2015, por meio do Decreto 8.537, com a finalidade de regulamentar leis que dispõem sobre o benefício da meia-entrada, especialmente o Estatuto da Juventude (Lei n° 12.852/2013).

O documento é uma forma de assegurar o cumprimento das medidas, garantindo ao jovem o pleno exercício de seus direitos previstos no estatuto.

Quem tem direito?

Têm direito à ID Jovem pessoas com idade entre 15 e 29 anos pertencentes a famílias com renda mensal de até dois salários mínimos (R$ 2.424,00) e que estejam inscritas no CadÚnico do Governo Federal. Não é necessário que o pleiteante esteja matriculado em instituição de ensino.

Dados do CadÚnico (CECAD) informam que o número de famílias cadastradas no Espírito Santo é de 592.558 (última atualização Fevereiro de 2022). Do total, pelo menos 182.756 pertencem à faixa etária que tem direito à ID Jovem.

Como solicitar?

Interessados devem solicitar o benefício por meio do aplicativo oficial, o ID Jovem 2.0, ou no site do programa (clica aqui). A ID Jovem é válida por seis meses e pode ser renovada.

Como se cadastrar?

Para se cadastrar no ID Jovem e emitir o documento, é preciso que os dados do requisitante no CadÚnico estejam atualizados, bem como ter em mãos o Número de Identificação Social (NIS). Basta inserir as seguintes informações:

  • Nome completo da mãe
  • Data de nascimento

Após esta etapa, a carteirinha estará disponível, restando apenas sua impressão ou salvar no formato digital no aplicativo ID Jovem.

Como utilizar?

Apresentar a carteira ID Jovem impressa ou no celular juntamente com documento de identificação oficial com foto nos pontos de venda de ingressos ou guichês de passagens.

Quais as condições para utilizar a ID Jovem na compra de passagens?

  • Solicitar o bilhete de viagem nos pontos de venda com pelo menos três horas de antecedência em relação ao horário de partida do ponto inicial da linha do serviço de transporte;
  • Só é permitida a reserva de um horário para os mesmos dia e destino;
  • A reserva só está garantida se não ficar caracterizado detrimento de outros beneficiários;
  • São asseguradas duas vagas gratuitas ou com desconto de cinquenta por cento no sistema de transporte coletivo interestadual.

Onde a ID Jovem é aceita?

  • Cinemas;
  • Cineclubes;
  • Teatros;
  • Espetáculos musicais, de artes cênicas e circenses;
  • Eventos educativos, esportivos, de lazer e de entretenimento organizados por entidades públicas e privadas mediante cobrança de ingresso;
  • Transporte público rodoviário, ferroviário e aquaviário interestaduais em linhas regulares.

O que fazer se a empresa de transporte se recusar a emitir a passagem?

  • Nesses casos, as empresas prestadoras dos serviços de transporte deverão emitir e dar ao solicitante um documento indicando data, hora, local e o motivo da recusa;
  • De posse desse documento, o portador da ID Jovem poderá então registrar reclamação em um posto de atendimento da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) localizado nos terminais rodoviários;
  • Também é possível abrir reclamação por meio do telefone 166, no e-mail [email protected], pelo canal de comunicação da ANTT no WhatsApp, pelo número (61) 99688-4306, ou no sistema de ouvidoria do governo federal, o Fala BR, no (clica aqui).
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -