sábado, 21 de maio de 2022
24.9 C
Vitória

Consumidor diz que falta clareza sobre reajuste no preço dos combustíveis

Os constantes aumentos no preço dos combustíveis e a falta de clareza em relação aos reajustes nas bombas têm se tornado motivo de reclamação de muitos motoristas, que não aceitam pagar mais caro pela gasolina logo após a Petrobras anunciar o novo valor.

É o caso do empreendedor Emanoel Silva, de 47 anos, que roda cerca de 60 km por dia com seu carro. “Não faz sentido o posto vender o combustível com preço mais alto, sendo que foi comprado com tabela mais baixa”.

O gerente de atendimento do Procon-ES, Lucas Carneiro Costa, revelou que essa é uma queixa frequente de vários consumidores, que alegam não entender como pode ocorrer o aumento no mesmo dia do anúncio do reajuste pela Petrobras.

“O consumidor acha que, como o posto ainda tem a gasolina no tanque, era pra revender no preço antigo”.

Já o presidente do Sindipostos, Maxwek Nunes Paula, explicou como realmente ocorre a composição de preços dos combustíveis e o reajuste nos postos, diante do aumento da distribuidora.

“Quando a Petrobras anuncia um aumento, por exemplo, os postos não conseguem realizar pedidos com o preço antigo, porque o sistema de pedidos da distribuidora é bloqueado e novas compras só são liberadas depois de reajustado o preço no sistema”.

Sabendo do descontentamento dos motoristas, Maxwel reforça como tudo funciona. “No dia seguinte ao anúncio, o consumidor observa o aumento nos postos. Isso ocorre porque os postos já compram o combustível com o valor reajustado. Se observar a planilha, é possível constatar que o reajuste da distribuidora é bem maior que a margem de lucro do posto. Por gestão de estoque, tem posto que faz a alteração de preços durante o dia. Outros preferem fazer no final da tarde”.

Preço com 2 dígitos

Deste sábado (7), os preços dos combustíveis serão exibidos por apenas duas casas decimais. Todos os postos de combustíveis do país tiveram que se adequar à nova regra da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

De acordo com a ANP, a Resolução nº 858/2021 visa deixar o preço do combustível mais preciso e claro para o consumidor, alinhado com a expressão numérica da moeda brasileira.

Os preços deverão ser exibidos com duas casas decimais (os centavos) tanto no painel de preços dos postos, quanto nos visores das bombas.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -