sábado, 21 de maio de 2022
24.9 C
Vitória

Crise no Leste Europeu vai elevar ainda mais preço da gasolina no Brasil

Em breve os brasileiros deverão sentir os impactos financeiros em decorrência do conflito entre Rússia e Ucrânia. A expectativa é de que o primeiro reflexo desta crise incida sobre o preço do petróleo, que já é comercializado a US$ 100 o barril. Com isto, o preço da gasolina, que atualmente já pode ser encontrado na Grande Vitória por até R$7,11, poderá chegar a R$ 8,00.
O economista Mário Vasconcellos explica como este cenário de crise mundial afeta a economia do Brasil. “ A Rússia é uma grande produtora de petróleo e podemos notar que o preço do barril de petróleo já subiu. E o Brasil importa petróleo. Os valores dos combustíveis aqui no país são calculados em dois componentes: o preço do barril do petróleo no mercado internacional e consequentemente o valor do dólar”.
Por conta do aumento no preço da gasolina, os produtos alimentares também terão reajustes, já que o alimento precisa ser transportado de um lugar para o outro.. 
O problema é que os brasileiros já vêm sofrendo com os altos valores nos alimentos e combustíveis dentro do mercado interno, por causa das altas do dólar e do preço do barril de petróleo, além  da pandemia e um ambiente político nebuloso.
A crise no Leste Europeu gera um cenário que dificulta as ações para diminuir os preços no valor final do combustível cobrado aos consumidores.

Petrobras

Foi divulgado ontem (24), o lucro que a Petrobras teve em 2021.  A empresa apresentou um superávit de R$ 106 bilhões, mostrando que a empresa estatal gera lucros para o Estado. Ainda não foi confirmado se a empresa adotará mudanças na sua política de preços neste momento de crise mundial. 
A Petrobras é presidida hoje pelo general Luna e Silva, indicação direta do presidente Bolsonaro, após longo desgaste do gestor anterior, Roberto Castello Branco, justamente envolvendo a questão dos preços dos combustíveis. 
Governo Federal teme que os reflexos dessa crise mundial atrapalhem as eleições de outubro. Foto: Foto: REUTERS
Desfavorece o Governo
 Mário Vasconcellos destaca também que a instabilidade política, alta do preço dos barris de petróleo e o aumento do dólar prejudicam o atual Governo brasileiro pensando nas eleições de outubro.
“Esses aumentos dos preços passam para as pessoas, para as famílias. Quando falamos em inflação, não é só no Brasil e sim no mundo todo. A pandemia elevou a inflação no Brasil, afinal com o lockdown no mundo todo, fez com que houvesse uma  redução de ofertas. A nossa crise não é de demanda, mas de oferta.Com a alta dos preços as pessoas consomem menos, o que gera uma insatisfação e, obviamente,  é comum isto se refletir nas disputas eleitorais “.   
Medidas para os preços não subirem 
Com essa crise mundial, o Brasil precisa encontrar medidas para que a população não sofra mais do que já vem passando. Segundo o economista Mário Vasconcellos, o Governo Federal disse que está reduzindo os impostos federais, e negocia com os governadores para também baixar os impostos estaduais, que alguns estados chegam a até 30%.
Dólar alto favorece as exportações
Com o dólar elevado em relação ao real, girando entre R$5 e R$6, isso favorece muito as exportações brasileiras. Com isso o produtor prefere vender para fora, pois ele ganhará mais do que no mercado interno, vide exemplo o preço da carne vermelha.
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -