Crea-ES faz vistoria no edifício atingido por incêndio em Vitória nesta quarta-feira (13)

 Crea-ES faz vistoria no edifício atingido por incêndio em Vitória nesta quarta-feira (13)

Incêndio em prédio residencial no Centro de Vitória. Foto: Marianna Eilert

Nesta quarta-feira (13) as equipes do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES) estão realizando vistorias técnica e fiscal no edifício Renata, no centro de Vitória que foi atingido por um incêndio na tarde de terça-feira (12).

A vistoria iniciou às 7h desta quarta-feira (13) e uma das intenções é avaliar se o edifício apresenta algum risco estrutural para a região da cidade alta, localidade onde se encontra. As fiscalizações técnica e fiscal do Crea-ES estão sendo coordenadas pelo Gerente de Relacionamento Institucional do Crea-ES Eng. Giuliano Battisti e pelo Gerente de Fiscalização do Conselho, Eng. Leonardo Leal.

Uma equipe multidisciplinar de engenheiros do Crea-ES irá avaliar as possíveis causas do acidente e orientar os usuários do prédio e da região no entorno sobre eventuais riscos que ainda podem existir, inclusive de colapso do imóvel. O incêndio pode ter afetado a estrutura física do edifício. É possível também que haja comprometimento das instalações elétricas e hidráulicas”, disse o presidente do Conselho, Eng. Jorge Silva.

A vistoria do Crea-ES está sendo realizada por uma equipe multidisciplinar formada por engenheiros civis, eletricistas, mecânicos, de meio ambiente e de segurança do trabalho. O Conselho também irá agendar uma reunião com o Corpo de Bombeiros e com a Defesa Civil de Vitória para compartilhamento de informações sobre o acidente. Será recomendada ainda a contratação imediata de profissionais ou empresas legalmente habilitados para realizar uma perícia no local.

Sistema hidráulico contribuiu para o incêndio

Em uma postagem sobre o ocorrido no Instagram, o corpo de bombeiros do Espírito Santo publicou sobre o incêndio acusando a ausência de funcionamento do sistema hidráulico do edifício no momento em que o prédio pegou fogo e, ainda, deixou um alerta para que os síndicos de todos os prédios chequem esse tipo de sistema de forma preventiva para verificar se está em funcionamento pois a ação pode salvar vidas e evitar perdas.

Veja na íntegra a postagem:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *