quinta-feira, 7 de julho de 2022
26 C
Vitória

Polícia Federal deflagra segunda fase de operação que investiga contrabando de aranhas pelos Correios

A segunda fase da operação que investiga o contrabando de animais silvestres e outros crimes ambientais no Espírito Santo foi deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (15).

Denonimada Thera II, a nova etapa visa desarticular a associação criminosa que comercializa aranhas pelos Correios e conta com o apoio do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Ao todo, foram cumpridos quatro madados de busca e apreensão, sendo três deles na Grande Vitória e um na cidade de Cabo Frio, no Rio de Janeiro.

Entenda o caso

A primeira fase da operação constatou a compra e venda ilegal de tarântulas em condições inadequadas e provenientes de criadouros sem a licença do órgão regulador.

A comercialização e o transporte delas é feito através dos serviços dos Correios.

“Os criminosos enviavam filhotes de aranhas pelo Sedex dentro de pequenos tubos, o que dificultava a ação da polícia”, esclareceu o delegado Eugênio Coutinho Ricas.

O crime de tráfico de animais é o terceiro crime mais lucrativo do mundo, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU) e movimenta cerca de 39 bilhões por ano.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -