sábado, 21 de maio de 2022
23.9 C
Vitória

Parte da garagem do Condomínio Mochuara pode ser liberada nesta quarta (12), diz Crea-ES

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES), engenheiro Jorge Silva, disse na tarde desta terça-feira (11) que parte da garagem do Condomínio Mochuara, em Cariacica, pode ser liberada nesta quarta (12). A Defesa Civil do município interditou o local no último dia 6, após laudo apontar alto risco de desabamento da estrutura.

A possibilidade de liberação surgiu depois de realizada uma vistoria no conjunto de garagens do condomínio e de uma reunião entre a Defesa Civil de Cariacica, Corpo de Bombeiros e o presidente do Crea-ES.

“Realizaremos nova vistoria nesta quarta-feira (12/5), às 16 horas. Será um trabalho integrado com a Defesa Civil Municipal, Defesa Civil Estadual e Corpo de Bombeiros. Dependendo do resultado e das constatações, pode haver uma possibilidade de liberação de, pelo menos, uma parte da garagem. Isso irá viabilizar a entrada de pelo menos 50 veículos no local. Hoje a mobilidade urbana na região está bem comprometida”, disse o engenheiro Jorge Silva.

O presidente do Crea-ES também informou que dará início a elaboração de um Termo de Cooperação Técnica para que o Conselho, a Defesa Civil do Município, a Defesa Civil Estadual e o Corpo de Bombeiros estabeleçam ações em conjunto para agirem em sintonia em casos como esses, que podem gerar riscos para a população.

Na vistoria realizada na manhã desta terça, além das fissuras, rachaduras, trincas e infiltrações já identificadas, a equipe de engenheiros do Conselho observou a existência de novas anomalias como, por exemplo, colunas com recalques. A recomendação feita ao condomínio foi para realizar uma revisão geral da estrutura e contratar profissionais e/ou empresas legalmente habilitados para elaborar um laudo técnico de engenharia conclusivo. O Crea-ES já solicitou para análise os projetos das empresas que executaram a obra e os documentos das empresas que realizaram a reforma estrutural em 2016 e 2017.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -