segunda-feira, 4 de dezembro de 2023
26.6 C
Vitória

SOS Comércio; veja como vai funcionar o botão do pânico para comerciantes de Vitória

Nesta segunda-feira (30) foi lançado em Vitória o SOS Comércio, uma tecnologia que através de um ‘botão do pânico virtual’, possibilita que os comerciantes acionem os agentes da Guarda Municipal de Vitória mais rapidamente.

A ferramenta trata-se de um aplicativo de celular com o qual o comerciante terá ligação direta com a Central Integrada de Operações e Monitoramento (Ciom) da Semsu e que poderá ser acionado em emergências de roubo. Os locais integrados com o SOS Comércio são identificados com um adesivo.

Cada comerciante participante está cadastrado junto à Semsu. Nesses registros, estão incluídos dados do proprietário e o endereço do estabelecimento. Também durante o cadastro, o proprietário deverá disponibilizar à Central de Monitorando o acesso às imagens de pelo menos uma das câmeras de segurança do estabelecimento. Os agentes da Central de Monitoramento só poderão conferir as imagens das câmeras dos lojistas caso o botão seja acionado.

“É um modelo semelhante ao Botão de Pânico que temos implementado nas 103 escolas do município e que já é um sucesso. Só que ao invés de ser físico, é um botão virtual. Em cinco segundos, a Guarda Municipal já terá as primeiras informações sobre o crime, se o suspeito está com arma branca ou arma de fogo, quais as vestimentas, quantos são, antes mesmo de chegar ao estabelecimento comercial. É um modelo novo, que sofrerá ajustes ao longo do tempo, mas que já gera a sensação de segurança para os comerciantes “, afirma o prefeito Lorenzo Pazolini.

O aplicativo é instalado no celular do proprietário ou no aparelho que fica no comércio. Assim que o botão virtual é pressionado, a Central Integrada Operacional de Monitoramento (Ciom) recebe um alerta e averigua a situação. A orientação é que o SOS Comércio seja utilizado durante ou logo em seguida a uma situação criminosa no interior do estabelecimento.

As primeiras informações são coletadas pelo agente da Central de Monitoramento e repassadas para atendimento das equipes da rua.

Inicialmente, são 25 comércios de ramos e bairros diferentes e que foram listados pela Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e Secretaria de Governo. São pontos que já foram alvo de furto ou roubo. O projeto está na fase experimental e durante os próximos 90 dias, serão feitas adequações mediantes os atendimentos.

Acesso à câmera do estabelecimento

Essa condição, que é aceita pelo proprietário através da assinatura de termo de adesão, permite ao agente visualizar, em tempo real, a situação dentro do comércio, caso o botão virtual tenha sido acionado.

Lançamento do Sistema SOS Comércio – Foto: Marcos Salles/ PMV

“Não haverá uma vigilância 24 horas por parte da Secretaria de Segurança Urbana, pois se trata de espaços privados. O acesso às imagens das câmeras particulares do comércio só acontecerá a partir do momento que o botão for acionado pelo lojista. É uma ferramenta para crimes no interior do estabelecimento e que agiliza o atendimento dos agentes na rua”, enfatizou o Secretário Municipal de Segurança Urbana (Semsu) de Vitória, Amarílio Boni.

O formato é acessível e permite que possa ser ampliado. “Mediante essa análise dos prévia dos resultados, teremos como fazer adaptações à realidade dos lojistas. É uma ferramenta nova e que desejamos atender a mais pontos”, observa Boni.

O SOS Comércio será operacionalizado pela Semsu, mas foi planejado junto com a Federação de Comércios (Fecomércio), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Secretaria de Governo (Segov).

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp! Basta clicar aqui.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Relacionados

- Publicidade -