Insegurança: ao menos 9 ônibus são alvos de criminosos diariamente na Grande Vitória

0
Foto: Divulgação GV Bus

Passageiros da linha de ônibus 531 que faz o trajeto entre os terminais de Vila Velha e Campo Grande tomaram um susto na noite desta segunda-feira (21). Já eram mais de dez horas da noite, quando o coletivo que passava pela Curva do Saldanha, no Forte São João foi parado por uma equipe da Polícia Militar.

Na abordagem ao ônibus os policiais identificaram um homem que estava com uma réplica de arma de fogo. Um passageiro afirma que percebeu que o suspeito estava armado e avisou uma amiga: “Eu vi o momento que ele entrou e tinha um volume na cintura. Tentei avisar ao motorista, mas ele não me deu moral. Então mandei uma mensagem pra uma amiga, que acionou a polícia”, contou o passageiro que não quis se identificar.

Na última quinta-feira (17), uma estudante teve o telefone roubado dentro de um coletivo que saía de Vila Velha e seguia para Vitória. Além dela, outras duas pessoas também foram roubadas. Mas este crime teve uma cena curiosa: “Tinha uma passageira com uma marmita e um telefone antigo, quando o criminoso viu, pediu desculpas à vítima e ainda deu R$ 10 pra ela”, destacou a passageira que também não quis divulgar o nome. Após terem os telefones levados, todos foram ao DPJ de Vila Velha fazer um boletim de ocorrência.

Números de roubos assustam

O medo de se identificar é totalmente justificável. Andar de ônibus com tranquilidade na Grande Vitória é tarefa difícil. A insegurança ronda o transporte público há anos e desde que os cobradores deixaram de atuar e a passagem passou a ser paga apenas com cartão, as vítimas são os passageiros. E os números assustam.

De janeiro a junho deste ano foram 2.415 registros, sendo 1.553 assaltos e 862 furtos, uma média de 402 ocorrências por mês. Os dados são da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SESP).

O GVBus, empresa responsável pelo Transcol informou que para auxiliar na prevenção de crimes nos coletivos, as empresas têm investido em equipamentos e atuam em parceria com a polícia. A PM afirmou que realiza diversas ações como abordagens em coletivos. Qualquer informação pode ser passada pelo CIODES através do 190.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp! Basta clicar aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui