Barra de São Francisco fica em 2º lugar no ranking das cidades empreendedoras

0

O município de Barra de São Francisco, no noroeste do Estado, ficou em 2° lugar no ranking do Índice de Confiança Empresarial (ICEE), na categoria empreendedorismo. Os dados indicam que o município cresceu 200% na área. A cidade ficou à frente do também município do noroeste, Colatina.

O topo do ranking ficou com Muniz Freire, município do sul do Estado, que cresceu 223%. A premiação aconteceu nesta quinta-feira (3), no Ilha do Bufê, em Vitória e contou com a presença de diversas autoridades.

Cidade empreendedora

O Cidade Empreendedora começou em 2021 com a média de pontuação do índice em 4 pontos e neste ano alcançou 7, em uma escala entre 0 e 10 de desempenho.

“O ICEE é o principal indicador do programa no estado e demonstra, após três anos, uma grande evolução em todos os municípios capixabas. Chegamos a um aumento de 77,5% nesse índice, o que demonstra um ambiente bem mais favorável às micro e pequenas empresas, e prefeituras capazes de estimular o empreendedorismo em todas as cidades do Espírito Santo”, destaca Juliana Castro, gestora do Cidade Empreendedora no Sebrae/ES.

O superintendente do Sebrae/ES, Pedro Rigo, celebra o comprometimento das prefeituras do Estado, que aderiram totalmente ao programa.

“Sem dúvida, as nossas cidades estão mais empreendedoras. Estamos certos de que nossos prefeitos entregarão cidades melhores. Queremos ter cidades empreendedoras e melhores ambientes para o desenvolvimento das micro e pequenas empresas. Os prefeitos têm papel fundamental na condução da gestão pública municipal. O Cidade Empreendedora, realizado em parceria do Governo do Estado, tem esse propósito de facilitar o acesso dos empreendedores às políticas públicas que favoreçam o seu desenvolvimento”.

O que é o ICEE?

O ICEE está embasado em cinco competências que o poder público municipal foi estimulado a desenvolver no programa:

  • Governança para estímulo ao empreendedorismo;
  • Programas e projetos de apoio ao empreendedorismo;
  • Regulamentações e legislação para melhoria do ambiente de negócio;
  • Processos que facilitam a realização de negócios e estimulam o setor produtivo;
  • Recursos e infraestrutura técnica, física e tecnológica para atendimento ao empreendedor.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp! Basta clicar aqui

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui