sábado, 24 de fevereiro de 2024
26.6 C
Vitória

O que uma cidade precisa para estar no ranking das cidades inteligentes?

A princesinha do Norte, como é conhecida a cidade de Colatina, sedia um evento sobre tecnologia e cidades inteligentes. O SmarcitES discute melhorias e fomenta um diálogo transformador entre os cidadãos e cidades, trazendo inovações tecnológicas capazes de impulsionar a economia local e melhorar a qualidade de vida dos moradores.

Colatina não está no ranking das 100 cidades mais inteligentes do Brasil, de acordo com Connected Smart Cities, que faz a leitura do termômetro que mede o desenvolvimento das cidades. Mas o Espírito Santo possui pelo menos 5 municípios que aparecem nesta lista. E Vitória, capital capixaba figura na sétima posição.

O primeiro lugar na classificação geral do Ranking 2022 ficou com a cidade de Curitiba (PR), o segundo foi para Florianópolis (SC) e, na terceira localização, figura São Paulo (SP).

Mas o que caracteriza este ranking?

São vários fatores que levam as cidades a pontuarem neste ranking medido pelo Connected Smart Cities; vagas em escolas, universidades públicas, nota média do ENEM.

Número de leitos hospitalares e quantidade de médicos por casa 100 mil habitantes. Coleta de lixo, gás emitido por veículos, empreendedorismo, tecnologia e Inovação, economia e governança são alguns dos pontos analisados. Na saúde, por exemplo, Vitória está na 4ª colocação. Os dados são relativos ao ano de 2022.

Mas apesar de Vitória estar entre a principais cidades inteligentes, a cidade caiu no ranking, em relação ao ano anterior. No mesmo termômetro, a capital Capixaba já esteve na 5ª posição do ranking.

As outras cidades capixabas que se destacam no Connected Smart Cities são:

  • Vila Velha (33º)
  • Cachoeiro de Itapemirim (37º)
  • Linhares (68º)
  • Serra (89º)

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp! Basta clicar aqui.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Relacionados

- Publicidade -