quarta-feira, 12 de junho de 2024
25.9 C
Vitória

Justiça determina afastamento por mais 90 dias o ex-diretor executivo do DER

Foi prorrogado por mais 90 dias o afastamento do engenheiro Luiz Cesar Maretto cargo de diretor-executivo geral do Departamento de Edificações e de Rodovias (DER-ES). A decisão é da 3ª Vara da Fazenda Pública Estadual e Municipal. Maretto está fora do cargo desde abril, afastado por suspeita de improbidade administrativa.

As investigações apontam que durante as chuvas no início de 2020, que castigaram o Estado, principalmente na região Sul, houveram irregularidades em contratos emergenciais, que são firmados sem a necessidade de licitação. Na ocasião o Espírito Santo havia decretado estado de calamidade pública, e o investigado era diretor-executivo do DER.

Além do afastamento do cargo, Maretto está proibido de ingressar e deve ficar distante 200 metros das dependências do DER, ou em locais de obras que estão sendo realizadas sob responsabilidades do órgão.

A pena é de R$ 1.000 em caso de descumprimento da decisão. É o que indicam os documentos anexados ao novo processo, que mostram Maretto postando fotos de obras do órgão nas suas redes sociais.

Print de postagem relacionada a obra está anexado ao processo. Foto: reprodução redes sociais.

O pedido de afastamento de Maretto do DER feito pelo Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) foi motivado, além das investigações do órgão, também por uma auditoria interna da Secretaria de Estado de Controle e Transparência (Secont).

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp! Basta clicar aqui.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Relacionados

- Publicidade -