quarta-feira, 12 de junho de 2024
27.9 C
Vitória

Espírito Santo fora das 50 cidades mais violentas do país, aponta Anuário de Segurança

A divulgação do novo Anuário Brasileiro de Segurança Pública deste ano, colocou o Espírito Santo fora do ranking das 50 cidades mais violentas o País. Os dados foram divulgados pelo governo do Estado, na sede da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SESP).

No início dos anos 2000, o Estado sempre esteve entre os lugares mais perigosos e  violentos. Mas esse cenário vem mudando ao longo dos anos, embora o número de assassinatos ainda seja assustador nas terras capixabas.

O secretário de segurança pública, coronel Ramalho afirma que a redução é importante, mas ainda não há nada que comemorar:

“O anuário traz um retrato do que foi 2022 em relação a 2021, e a gente percebe a redução de índices tão importante de crimes como homicídios, latrocínio feminicídios e crimes patrimoniais, é um dado pra gente muito importante. Não temos nada a comemorar, mas percebemos que estamos no caminho certo”, explicou Ramalho.

O secretário ainda lembra os anos em que o Estado figurava no topo do ranking da violência: “Em 2009 o Espírito Santo era o segundo Estado mais violento do País, quando matavam 58 pessoas por 100 mil habitantes, você chega agora com 26 mortes por 100 mil habitantes. Reduzimos em mais de 50% o número de assassinatos neste período”, finalizou o coronel.

Gráfico mostra o número de assassinatos nos últimos 27 anos.

Apesar do cenário capixaba ser mais confortável em relação aos outros Estados, o Espírito Santo ainda figura como 15º Estado mais letal. Ainda assim, o diretor do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), Pablo Lira, os dados são positivos:

“O Estado do Espírito Santo alcança uma redução em mais de 4,8% e o Brasil em 2,4%. O Espírito Santo tem uma política de segurança pública integrada, iniciou seus trabalhos lá em 2011 e vem contribuindo para reduzir a criminalidade nessa ultima década, chegando nestes indicadores que são os menores olhando a série histórica do Estado”, destaca Lira.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp! Basta clicar aqui.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Relacionados

- Publicidade -