Av. Leitão da Silva: comerciantes e moradores sofrem com insegurança na região

0

Após um final de semana conturbado e com guerras nos morros da capital, comerciantes que trabalham as margens da Avenida Leitão da Silva, em Vitória, não sentem confiança em trabalhar na região e a população diz que a sua maior preocupação é a insegurança no local.

Além de ter uma extensa ciclovia, a Avenida Leitão da Silva está repleta de comércios e estabelecimentos, onde moradores da Grande Vitória podem realizar compras e atravessar do bairro Andorinhas para a Enseada do Suá. Para o senhor José Ademar, Servidor Público e morador da capital, a insegurança na região afeta bastante a vida do cidadão capixaba.

José Ademar, Servidor Público e morador de Vitória. Imagem: Junior Costa

“Apesar de ter policiamento, a questão do tráfico é muito complicada aqui nessa região. A gente se sente inseguro. Essas guerras interferem no nosso dia a dia e na nossa vida. Se eu estiver em casa vendo que está tendo guerra no morro pela televisão, precisando vir até aqui para comprar algo que preciso muito, eu prefiro procurar outro lugar, pois o receio é grande. Melhor ir mais longe pra comprar algo do que correr o risco de ser atingido por uma bala perdida”, contou o Servidor Público.

A represália e o medo é grande por parte dos comerciantes que trabalham nas proximidades da Avenida Leitão da Silva, e por esse motivo, apenas um comerciante que não quis se identificar, conversou com a reportagem do MovNews. De acordo com ele, o comércio da região já sofreu muito durante 2014 e 2015 por conta das obras e que agora sofre com o medo e a insegurança.

“Esse momento de 2014 a 2019 foi bem complicado pra população de Vitória. O comércio sofreu muito com as obras, pois o cliente não conseguia chegar e não tinha acesso as lojas. Muitas empresas saíram da avenida e a economia teve uma queda muito grande”, contou o comerciante, que ainda concluiu falando sobre a queda nas vendas durante os momentos de guerra nos morros.

“A guerra no morro não é sempre que acontece, mas toda vez que há situações como essas de guerra de tráfico, não só os clientes, mas nós comerciantes e também os moradores, ficamos aterrorizados. Eu trabalho aqui há 30 anos, conheço a maioria do pessoal e não tenho muita dificuldade para vir trabalhar, mas vendo essa guerra pela televisão, a gente fica assustado né. Quem vê a violência acontecendo, evita vir aqui. Afeta bastante as vendas.”

Polícia Militar 

Por nota, a Polícia Militar informou que reforçou o policiamento na região dos bairros ao redor da Avenida Leitão da Silva, em Vitória. O reforço do policiamento foi uma das estratégias utilizadas no enfrentamento às ações criminosas ocorridas na noite do último sábado (24) e madrugada do domingo (25).

De acordo com a PM, foram adotadas providências no sentido de garantir a segurança dos cidadãos e coibir ações criminosas na região em questão, sendo utilizados efetivos do Batalhão de Missões Especiais (BME) e Batalhão de Ações com Cães (BAC), militares remanejados do serviço administrativo, escalas de ISEO para militares que estariam de folga, remanejamento de equipes de Força Tática de outras Unidades da RMGV, além estabelecimento de diversos pontos base de policiamento na região.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp! Basta clicar aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui