terça-feira, 9 de agosto de 2022
22.7 C
Vitória

Perder um documento pode acarretar numa série de problemas; saiba mais

Recentemente o Joel Rodrigues passou por uma situação que o deixou preocupado. Ele perdeu a carteira de identidade. “Eu não sou uma pessoa muito tecnológica. Não tenho hábito de usar documento no celular e fiquei preocupado em sair por aí sem meu RG” falou o pedreiro, de 60 anos.

Morador de Vila Velha, primeiro ele teve dificuldade para conseguir agendar um horário para tirar a segunda via do documento. Superando essa etapa, ficou intrigado com outra situação: não sabia onde poderia ter perdido o RG. E se a identidade dele estivesse com pessoas mal intencionadas?

“ hoje a gente vê tanta notícia de golpes, pessoas que usam os dados de outras pessoas. Isso me deixou muito preocupado. Então eu resolvi ir na delegacia para fazer um boletim de ocorrência”, contou Joel.

Segundo o titular Delegacia Especializada de Defraudações (Defa) Douglas Vieira, o pedreiro tomou a atitude correta fazendo registro do boletim de ocorrência. Mas ele deveria ter feito isso, assim que percebeu que o documento não estava com ele.

“A primeira coisa o cidadão deve fazer é registrar o boletim on-line, no site da Polícia Civil. Quem não tiver acesso à internet, ou não puder fazer pelo site por alguma limitação, pode fazer o registro em qualquer delegacia”, orientou o delegado.

Delegado Douglas Vieira – Titular da Delegacia Especializada de Defraudações (Defa)

Esse boletim de ocorrência é muito importante para comprovar que o documento não estava com o dono, em caso de ter sido usado em situações ilícitas. “O criminoso pega esse documento, tira a foto, coloca a imagem de um estelionatário e abre contas em bancos. Essas contas podem gerar muitos prejuízos. Ou podem ser utilizadas em outros crimes, como golpe do pix, depósitos em casos de falsos sequestros”, destacou Douglas Vieira.

Ainda de acordo com o delegado Douglas Vieira, outro detalhe importante é a pessoa relatar no boletim de ocorrência quando percebeu que o documento havia desaparecido e qual foi a última vez que o viu ou utilizou (se viu em casa, se fez cadastro em algum estabelecimento comercial).

A perda de um documento pode parecer algo simples, mas não é bem assim. O delegado contou uma situação, onde um documento furtado resultou em um mandado de prisão por assassinato, contra um inocente. “Nós cumprimos um mandado de prisão por um homicídio ocorrido na Bahia. Mas o suspeito nunca esteve lá. Fomos investigar e descobrimos que o concunhado dele furtou o RG, levou para Bahia, matou uma pessoa e deixou o documento na cena do crime. Eles eram parecidos fisicamente e algumas testemunhas acabaram dizendo que aquele RG era do assassino. Posteriormente nós descobrimos que não era, que o documento havia sido furtado”, relatou o delegado.

Segundo a polícia, ao longo de investigações, já descobriram documentos perdidos sendo comercializados em sites, e até grupos de WhatsApp, onde criminosos de todo Brasil compram e vendem carteira de identidade, CNH…

Para diminuir as chances de perder um documento e viver um grande transtorno, o delegado deu uma dica. “É melhor o cidadão usar os documentos on-line. Baixar o aplicativo da CNH ou o RG e ter no celular. Assim o documento impresso, pode ficar em casa.”

Perdeu documento,  onde procurar?

Nossa equipe entrou em contato com as prefeituras da Grande Vitória para saber se existe algum serviço ofertado para o cidadão que perdeu um documento.

A Prefeitura de Cariacica respondeu que não dispõe desse serviço. A Prefeitura da Serra disse que estuda implantar no ProCidadão, em Jacaraípe, um local para achados e perdidos de documentos pessoais.

Em Vila Velha, documentos perdidos dentro da Prefeitura, são encaminhados para o setor de administração. O município não oferece nenhum programa para documentos perdidos na rua.

Já a Prefeitura de Vitória informou que o Centro Integrado de Cidadania (CIC), também conhecido como Casa do Cidadão, disponibiliza aos moradores da capital um arquivo com documentos perdidos que podem ser recuperados pelos donos.

Documentos perdidos podem ser consultados no site da Prefeitura de Vitória

A pessoa que estiver nessa situação, poderá acessar Documentos Perdidos  e verificar se seu documento foi encontrado. Se algum documento da pessoa estiver na lista será necessário ir à Casa do Cidadão para reavê-lo. A lista é atualizada à medida em que os documentos perdidos são entregues.

As pessoas que encontrarem documentos perdidos também podem levá-los ao CIC. Essa é uma forma de exercer a cidadania ao garantir a oportunidade para os donos recuperá-los. A Casa do Cidadão fica no bairro Itararé e funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas.

 

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -