quarta-feira, 10 de agosto de 2022
24.4 C
Vitória

Tailândia aprova projeto para castração química de agressores sexuais

A Tailândia aprovou um projeto de lei para castração química de agressores sexuais. O projeto foi aprovado por senadores  do país na segunda-feira (11) e deve permitir que alguns infratores possam escolher o procedimento em troca de pena reduzida.

Segundo informações da agência de notícias Reuters, a proposta foi aprovada por deputados em maio de 2022. Para a lei ser sancionada, a lei precisa ser votada na Câmara.

Dados oficiais do país mostram que dos mais de 16 mil agressores sexuais condenados que cumpriram pena e foram libertados das prisões entre 2013 a 2022, pouco menos de 5 mil deles voltaram a cometer agressões sexuais.

O projeto de lei pretende abranger agressores sexuais reincidentes. Caso a lei seja aprovada, eles vão poder receber a injeção que reduz o nível de testosterona em troca da redução de pena.

Caso a lei passe na Câmara, a Tailândia vai se juntar ao rol de países que já usam a castração química, como Polônia, Coreia do Sul, Rússia e Estônia.

 

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -