sábado, 25 de junho de 2022
21 C
Vitória

Tapetes em celebração a Corpus Christi voltam a enfeitar as ruas no Espírito Santo

Considerada umas das 10 maiores celebrações religiosas do Brasil, a Festa de Corpus Christi, que acontece em Castelo, no Sul do Estado, voltará a ser presencial este ano. E não será só em Castelo onde os tradicionais tapetes feitos de materiais diversos serão estendidos pelas ruas: Cariacica, Guarapari, Viana e Vitória estão com programação nesta semana.

Após dois anos sem confeccionar o famoso tapete de Corpus Christi, a Festa da Paróquia Nossa Senhora da Penha, em parceria com a Prefeitura, começa na noite de quarta-feira, dia 15, com a confecção dos tapetes.

Na quinta-feira, dia 16, a festa conta com a programação religiosa na Igreja Matriz Nossa Senhora da Penha e a missa campal, seguida de Procissão com o santíssimo sacramento.

Mais de três mil voluntários, da sede e do interior do município, estão trabalhando durante meses nos preparativo.

Na Grande Vitória, a Festa de Corpus Christi terá a presença de dom Dario Campos, arcebispo de Vitória, presidindo a missa na Catedral e de dom Andherson Franklin, bispo auxiliar, presidindo a missa na paróquia Nossa Senhora da Conceição em Guarapari.

Na Catedral a confecção dos tapetes começa às 7h. A missa e a procissão serão realizadas a partir das 17h. As paróquias da área pastoral Benevente vão celebrar missas pela manhã e à tarde.

Para os cristãos, a data é a oportunidade de celebrarem publicamente um dos sacramentos que fundamentam a religião: a Eucaristia. A expressão Corpus Christi vem do Latim e quer dizer “corpo de Cristo”.

Em Cariacica, o Santuário Bom Pastor, em Campo Grande, realiza o tríduo em preparação à festa, com missas às 19h nos dias 13, 14 e 15, com confecção dos tapetes na noite de quarta-feira. No dia de Corpus Christi, haverá missa solene às 8h, com procissão e benção do Santíssimo.

Para os cristãos, a data é a oportunidade de celebrarem publicamente um dos sacramentos que fundamentam a religião: a Eucaristia. A expressão Corpus Christi vem do Latim e quer dizer “corpo de Cristo”.

Festa

A data para celebrar o corpo e o sangue de Jesus Cristo materializados na eucaristia surgiu no ano de 1264. Na ocasião, o papa Urbano IV instituiu a celebração do Corpus Christi após dois episódios. O primeiro deles foi com Santa Juliana. Ela teve visões nas quais Jesus pedia que o ministério da eucaristia fosse celebrado com destaque.

Outro fator que levou à criação do Corpus Christi foi a ocorrência do chamado “Milagre de Bolsena”. O milagre ocorreu quando um sacerdote, Pedro de Praga, celebrava a Santa Missa em Bolsena, na cripta Santa Cristina, na Itália. Ao partir a hóstia consagrada, viu verter sangue dela. Logo que soube do ocorrido, o papa Urbano IV mandou reunir os objetos usados na celebração. Os mesmos estão guardados até hoje (sete séculos depois) na Basílica de Santa Cristina.

A festa de “Corpus Christi” é um convite para uma meditação sobre o valor e a importância da Eucaristia que, para os católicos, é um dos sete Sacramentos e foi instituído na Última Ceia, quando Jesus disse: “Este é o meu Corpo… Isto é o meu Sangue… fazei isto em memória de mim”.

A tradição dos tapetes começou em Portugal, ainda no séculos XIII, e foi trazida pelos colonizadores para o Brasil. Assim, espalhou-se por todo o território nacional. A ideia dos tapetes surgiu porque os fiéis acreditavam que Jesus estaria andando pelas ruas da cidade. Assim, Cristo mereceria uma recepção grandiosa, com tapetes espalhados por onde passaria.

A Festa de Corpus Christi de Castelo é considerada uma das dez maiores manifestações religiosas do Brasil
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -