sábado, 25 de junho de 2022
21 C
Vitória

Jardim Camburi: Conheça as vantagens e encantos de viver no bairro mais querido de Vitória

Jardim Camburi encanta pela sua mistura entre modernidade, jovialidade, charme da boêmia e o ambiente familiar. Um dos bairros mais procurados pelos capixabas, ele atrai por ser uma região dinâmica e completa.

O bairro é o mais populoso de Vitória. Em 2010, ano do último censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), eram 39.157 habitantes. Atualmente, segundo estimativas de imobiliárias, são quase 70 mil pessoas residindo na região.

A localidade possui parques bem aconchegantes para a família e também restaurantes dos mais variados gostos, que passam por comidas nacionais e chegam até a pratos das culinárias árabes e chinesas.

Além disso, Jardim Camburi possui uma linda orla, que possibilita a prática de diversos esportes e exercícios físicos, tanto para o público jovem quanto para os mais idosos.

Viver em um ambiente assim é o desejo de muita gente, não é mesmo? Segundo o presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Estado do Espírito Santo (ADEMI-ES), Eduardo Fontes, o perfil público que mais procura por casas e apartamentos neste bairro é bastante heterogêneo.

“Jardim Camburi está no radar de solteiros e casais jovens, mas também de famílias mais numerosas que desejam um imóvel grande a um valor mais competitivo, se comparado outras regiões nobres de Vitória. Jardim Camburi também se destaca como uma região para upgrade em moradia. Ou seja: famílias que migram de um apartamento de dois quartos para um de três ou quatro dormitórios e também por quem troca um imóvel, sem elevador ou lazer, por um mais completo com estrutura de serviços no condomínio. Nessa mesma esteira, o bairro recebe moradores de outras regiões da cidade com o mesmo objetivo: elevar o patamar/qualidade da sua moradia”, disse Eduardo Fontes.

Tem de tudo

Consolidado, com boa infraestrutura e comércio independente – composto por shopping, bancos, hospital e maternidade, clínicas médicas, laboratórios clínicos, grandes redes de supermercados, escolas públicas e privadas, faculdade, farmácias, agenda cultural, vida noturna, pet shop, lojas de conveniência, material de construção, entre outros serviços – Jardim Camburi é um bairro que tem de tudo.

“É uma região próspera, além de concentrar os poucos terrenos com viabilidade para incorporação imobiliária da capital capixaba, o que faz de Jardim Camburi um dos bairros com potencial de valorização e modernização das moradias. Isto implica na oferta de lançamentos residenciais mais arrojados, com diferenciais construtivos, elevando ainda mais a qualidade de vida dos moradores”, finalizou Eduardo Fontes.

“Menina dos olhos”

Morador do bairro há 17 anos, Aloísio Muruce, que também é ex-líder comunitário, ressalta as qualidades e o misto de coisas que são possíveis serem feitas por moradores e visitantes de Jardim Camburi.

“O bairro se tornou a menina dos olhos. Realmente é bastante completo e com uma diversidade de públicos. Por não fazer divisa direta com nenhum outro bairro de Vitória, ele cresceu. Se comparar com algumas cidades pequenas, veremos que a localidade tem potencial até para ser uma cidade”, disse Aloísio Muruce.

Homenagem ao bairro Jardim Camburi, na Assembleia Legislativa. Foto: Reprodução/Instagram

Principais pontos do bairro

Atlântica Parque

Para os moradores da região, o Atlântica Parque se tornou uma das melhores opções de lazer e atividade física. A área conta com campos de futebol, pistas de skate, pista de bicicross, playgrounds para crianças, áreas para musculação e ginástica funcional, praça para cães (pracão), áreas livres arborizadas, mirantes e decks, totalizando uma área de 19 mil metros quadrados.

Toda a dinâmica da área e a mistura de públicos é o que encanta o morador Carlos Siller, aposentado, de 83 anos, que aproveita ao máximo o bairro.

“Muito boa a região. Tenho certeza que o que atrai as pessoas, assim como eu, são as multiplicidade de coisas que conseguimos realizar no próprio bairro. Eu, por exemplo, realizo exames médicos, curto a praia e aproveito o ambiente verde de preservação da Mata Atlântica. É quase uma cidade”, disse.

Carlos Siller, morador de Jardim Camburi
Carlos Siller, morador de Jardim Camburi

Parque Botânico 

O Parque é um espaço de lazer e vivência com a natureza, composto por 33 hectares de Mata Atlântica, onde podem ser vistas mais de 140 espécies de árvores. Além disso, o local é frequentado por espécies de aves migratórias, lontras e répteis, como o jacaré de papo amarelo. A região é visitada por estudantes, de diversas idades, além de moradores, turistas e pesquisadores.

“É um local bastante organizado e seguro. Venho sempre com minha neta. Não só o parque, mas toda a região de Jardim Camburi é bastante segura. Um ponto que me faz gostar daqui é essa mescla de coisas, como restaurantes, bares, praia e área verde”, disse Elizeta Virgini, aposentada e moradora do bairro há cinco anos.

Parque Botânico, ambiente de lazer e conhecimento para famílias e crianças. Foto: Emanuela Afonso
Parque Botânico, ambiente de lazer e conhecimento para famílias e crianças. Foto: Emanuela Afonso

Centro Ecológico Projeto Caiman

O antigo Parque Municipal da Fazendinha foi ampliado e se tornou a casa dos jacarés da Mata Atlântica.​ O centro se tornou a sede do Projeto Caiman, onde é realizada atividade de pesquisa, educação ambiental e ecoturismo. No local é possível participar de diversas atividades, fazer um piquenique, observar os animais e aprender sobre a biodiversidade dos ambientes.

Centro Ecológico Projeto Caiman. Foto: Emanuela Afonso
Centro Ecológico Projeto Caiman. Foto: Emanuela Afonso

Para quem é da noite

O bairro é composto por diversas opções para as crianças e famílias, mas também proporciona uma vasta experiência para os jovens e adultos. Por estar localizado próximo à Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), que possui alunos de todo o país, e também pela faculdade particular presente no bairro, os alunos das mais variadas idades buscam a região para morar.

Um dos aglomerados de bares mais conhecidos e procurados por esse público é a “Laminha”, na Avenida Judith Leão Castelo Ribeiro. O nome tem origem por conta da semelhança com a Rua da Lama, no bairro próximo, Jardim da Penha.

Para os amantes de samba e pagode, as opções vão do bar Mãe Joana Botequim ao famoso Chorinho na Praça Estácio de Sá. Atrações que fazem dezenas de pessoas saírem de seus bairros para se divertirem em Jardim Camburi.

“É um bairro completo. Mais completo que muitas cidades. Eu vim do interior do Estado para estudar na Ufes e Jardim Camburi tem mais coisas e opções que minha própria cidade não possui. A questão da saúde deixa isso evidente. Aqui resolvemos praticamente tudo. Outra ponto bom é a variação de bares para lazer. Em Jardim Camburi podemos consumir de uma simples pinga como também encontramos ótimos chopes artesanais”, revela a estudante de engenharia civil, Ana Paula Louzada, de 26 anos, natural de Santa Teresa.

Mãe Joana Botequim, em Jardim Camburi. Foto: Reprodução
Mãe Joana Botequim, em Jardim Camburi. Foto: Reprodução
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -