segunda-feira, 27 de junho de 2022
18.8 C
Vitória

Estudantes da Ufes e do Ifes se juntam para protestar contra o corte de verbas

Insatisfeitos com o corte milionário de verbas destinadas às instituições federais e ensino no Espírito Santo, estudantes da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e do Instituto Federal do Espírito Santo (IFES) realizaram uma manifestação  no Campus de Goiabeiras, em Vitória, na tarde desta quinta-feira (09).

Devido ao bloqueio de 14,5% de verba destinada às federais, UFES e IFES não irão receber R$ 31.510.196,00 em 2022. A decisão do corte foi tomada no dia 27 de maio, pelo Ministério da Educação.

O instituto e a universidade informam que os cortes impactarão principalmente a manutenção dos campi, o que irá afetar a gestão dos espaços físicos e administrativos.

concentração em frente ao Teatro Universitário.

Alunos do IFES se mobilizaram por meio de um questionário para realizar o ato. No formulário, as turmas colocaram as informações necessárias para garantir a segurança no momento da manifestação. Já os alunos da UFES espalharam panfletos com as informações e os motivos que os levaram a realizar o encontro em frente ao teatro da Universidade.

estudantes da UFES no ato #9J.

A direção, docentes e discentes consideram a situação grave e participaram das mobilizações nesta tarde de quinta-feira. Só na universidade, os cortes foram de R$ 17,9 milhões, dos quais R$ 11,2 milhões se referem à manutenção e funcionamento da universidade, e R$ 6,6 milhões a investimentos em obras e equipamentos.

O governo justifica os cortes com a informação de que é para o cumprimento de regras onde as federais precisam seguir com o teto de gastos, ainda assim, alegam que é necessário garantir o reajuste de 5% aos servidores públicos federais.

A UFES informa que existem outros meios para serem seguidos, e que com essa atitude, o Governo Federal coloca em risco a permanência dos estudantes na universidade.

O Instituto Federal informa que, além de prejudicar a manutenção e as despesas com funcionários, o corte vai atingir as bolsas de pesquisa e extensão que já estão em andamento. O mesmo, assim como todos os estudantes federais, esperam que o bloqueio seja reavaliado.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -