segunda-feira, 27 de junho de 2022
18.8 C
Vitória

Junho Vermelho: Campanha incentiva doação de sangue no Estado

O próximo dia 14 de junho é celebrado o Dia Mundial do Doador de Sangue. Pensando na data, o mês que se inicia amanhã, quarta-feira, será da campanha Junho Vermelho para conscientizar e incentivar a população do Espírito Santo sobre a importância de ser um doador.

Durante todo este mês, a Secretaria da Saúde (Sesa), chamará a atenção para a importância dessa ação solidária, que pode ser realizada de forma rápida e segura. É essencial, enfatizar que uma única doação é capaz de salvar até quatro vidas.

A diretora geral do Centro de Hemoterapia e Hematologia do Espírito Santo (Hemoes), Marcela Gonçalves Murad, explica que a campanha é fundamental para reforçar na sociedade a importância da doação.

“É uma forma de sensibilizar as pessoas, além de estimular quem já doou em algum momento a se lembrar da importância de retornar com as doações. Neste período, muitas pessoas são estimuladas a realizarem sua primeira doação”, disse Marcela Murad.

Salvar vidas

Uma das doadoras de sangue ativa é Gabriela Afonso, estudante de fonoaudiologia, de 21 anos, com o tipo sanguíneo O negativo. Natural de Cachoeiro de Itapemirim, a jovem recentemente se mudou para Vitória e já procurou os locais de doações na região. Segundo ele, doar é um ato simples e gratificante já que ajuda diversas pessoas.

“Sempre tive vontade de doar. Então, assim que tive idade comecei. Sei da dificuldade e falta que diversos centros tem de sangue O negativo, busco sempre doar no tempo regular. É rápido, simples e gratificante. Campanhas como essa são essencial para levar o público a doar”, disse Gabriela Afonso.

Doação Gabriela Afonso - Reprodução Instagram
Doação Gabriela Afonso – Reprodução Instagram

Tabela do estoque disponível no Hemocentro coordenador em Vitória/ES

Tabela do Estoque disponível no Hemocentro coordenador em Vitória/ES
Tabela do Estoque disponível no Hemocentro coordenador em Vitória/ES

Em Vitória, o Hemocentro coordenador recebe diariamente cerca de 90 doadores, contudo, para que haja um estoque satisfatório para distribuição em sua rede para os hospitais estaduais, públicos e filantrópicos, faz-se necessário a doação de, aproximadamente, 130 pessoas.

De janeiro a maio deste ano, o Hemoes coordenador recebeu 14.000 candidatos à doação de sangue, fechando numa estimativa de 2.800 doadores por mês.

Onde doar?

O interessado em doar sangue deve ir até uma unidade do Hemoes, apresentar um documento oficial com foto.

Quais são os requisitos para doação de sangue?

Podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos e que estejam pesando mais de 50kg. Além disso, é preciso apresentar documento oficial com foto e menores de 18 anos só podem doar com consentimento formal dos responsáveis.

Pessoas com febre, gripe ou resfriado, diarreia recente, grávidas e mulheres no pós-parto não podem doar temporariamente.

O procedimento para doação de sangue é simples, rápido e totalmente seguro. Não há riscos para o doador, porque nenhum material usado na coleta do sangue é reutilizado, o que elimina qualquer possibilidade de contaminação.

  • Os requisitos para doar sangue é estar com bom estado de saúde e seguir os seguintes passos:
  • Estar alimentado. Evite alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação de sangue.
  • Caso seja após o almoço, aguardar 2 horas.
  • Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas.
  • Pessoas com idade entre 60 e 69 anos só poderão doar sangue se já o tiverem feito antes dos 60 anos.
  • A frequência máxima é de quatro doações de sangue anuais para o homem e de três doações de sangue anuais para as mulher.
  • O intervalo mínimo entre uma doação de sangue e outra é de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.

Quais são os impedimentos temporários para doar sangue?

  • Gripe, resfriado e febre: aguardar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas;
  • Período gestacional;
  • Período pós-gravidez: 90 dias para parto normal e 180 dias para cesariana;
  • Amamentação: até 12 meses após o parto;
  • Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação;
  • Tatuagem e/ou piercing nos últimos 12 meses (piercing em cavidade oral ou região
  • genital impedem a doação);
  • Extração dentária: 72 horas;
  • Apendicite, hérnia, amigdalectomia, varizes: 3 meses;
  • Colecistectomia, histerectomia, nefrectomia, redução de fraturas, politraumatismos sem seqüelas graves, tireoidectomia, colectomia: 6 meses;
  • Transfusão de sangue: 1 ano;
  • Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina;
  • Exames/procedimentos com utilização de endoscópio nos últimos 6 meses;
  • Ter sido exposto a situações de risco acrescido para infecções sexualmente transmissíveis (aguardar 12 meses após a exposição).
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -