quarta-feira, 18 de maio de 2022
24.9 C
Vitória

Criminalidade cresce na zona rural e parlamentar pede criação de Delegacia Especializada

O setor de agronegócios no Espírito Santo é responsável por 30% do Produto Interno Bruto (PIB). Mas a importância da força do setor rural vem chamando a atenção de criminosos, que praticam furtos, assaltos, estupros e assassinatos.

Em 2018, o número de mortes na zona rural representava 6% do total de ocorrências desse tipo de crime. Passados quatro anos, as mortes em conflitos no interior do Espírito Santo já somam 8% do total de ocorrências de assassinatos registrados no Estado, que possui 78 municípios, sendo que 8 dessas cidades estão na região Metropolitana.

De olho nas estatísticas, a deputada Janete de Sá (PSB), presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa, encaminhou indicação ao governo do Estado solicitando a criação de uma Delegacia Especializada em Delito Rural em Nova Venécia, atendendo solicitação feita pelo Sindicato Rural do município.

“A criminalidade tem crescido no meio rural de nosso Estado. As propriedades rurais vêm sendo alvo de organizações criminosas especializadas em roubo de gado, café, pimenta do reino, defensivos agrícolas e maquinários. Diante da vulnerabilidade vivenciada pelos produtores rurais e moradores do interior do Estado, é determinante desenvolver políticas públicas para aumentar a segurança. Entendo que Nova Venécia é um município propício a receber uma Delegacia Especializada em Delito Rural, por estar em um local estratégico, e pela sua importância social e econômica”, justificou a parlamentar.

Ainda segundo a deputada, o produtor rural precisa de meios eficientes para garantir sua segurança, de sua família e de sua propriedade.

“Observamos que há um aumento nos furtos e roubos no período de colheitas, principalmente do café, que faz girar um volume expressivo de dinheiro, utilizado para efetuar o pagamento dos trabalhadores rurais, além do alto volume de café estocado nos galpões das propriedades rurais. Por isso acredito que o governador Renato Casagrande vai ser sensível a nossa reivindicação”, declarou Janete.

A indicação foi lida e aprovada em plenário, na sessão ordinária desta terça-feira (3), e agora segue para o Palácio Anchieta.

 

- Publicidade -

4 COMENTÁRIOS

  1. A criminalidade na zoba rural é generalizada.
    Só este ano houve vários roubos aqui em Itaguaçu, inclusive um com um estupro de menor. Neste os bandidos foram pegos, mas nos outros, nada aconteceu.
    Os bandidos descobriram o interior. Por aqui oa proprietários estão se protegendo com câmeras e armas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -