quinta-feira, 28 de abril de 2022
26.6 C
Vitória

Para combater o crime, PM compra armamento e coletes que suportam tiro de fuzil

Armas e Coletes entregues à PM-ES comprados pelo governo do Estado.

Os policiais militares capixabas que forem às ruas combater o crime em confronto direto com bandidos, vão contar agora com coletes à prova de balas que suportam disparos de fuzil.

Também foram compradas 174 espingardas calibre 12, em dois modelos distintos. Um deles com cano que mede 19 polegadas e outro com 14 polegadas.

Os investimentos são do Governo do Estado do Espírito Santo e foram apresentados  pelo comandante-geral da Polícia Militar, coronel Douglas Caus.

De acordo com o comandante, foram adquiridos 189 coletes balísticos tipo 3. O equipamento de proteção individual é utilizado sobreposto ao de uso no policiamento ostensivo geral, com a finalidade de suportar tiro de fuzil calibre 556 e 762, sendo utilizado exclusivamente em operações de alto risco.

Isso justifica a demanda de um nível de proteção balística superior ao colete do policiamento geral. Os coletes foram destinados ao Batalhão de Missões Especiais nesse primeiro momento.

Também foram compradas 174 espingardas calibre 12 em dois modelos distintos. Um deles com cano que mede 19 polegadas e outro com 14 polegadas. O que permite um uso operacional diferenciado, ainda que o manejo seja semelhante, em situações que envolvem o controle de distúrbios civis.

Essa aquisição foi a primeira de uma ata de registro de preços e está inserida no objetivo estratégico do Comando Geral da PMES, que é substituir as espingardas calibre 12 atualmente em uso na Instituição. Novas aquisições nesse sentido serão feitas para atender a todas as unidades da PMES.

Veículos e equipamentos de inteligência foram adquiridos para atender as demandas de inteligência e corregedoria da corporação. No ato de apresentação desses equipamentos e armamentos, o comandante-geral, coronel Douglas Caus, lembrou os investimentos feitos pelo Governo do Estado, como a autorização para a realização de concurso público com mais de mil vagas, a substituição de cerca de mil viaturas nos últimos dois anos e aquisição recente de:

  • 2.800 pistolas em 2021
  • 4.500 coletes balísticos em 2021
  • 5.500 unidades em 2022.

“As aquisições fazem parte do planejamento estratégico da Polícia Militar visando modernizar os equipamentos, aumentando a proteção aos nossos policiais, como também melhorando a prestação de serviço de segurança pública à sociedade capixaba”, declarou o comandante-geral.

- Publicidade -

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -