segunda-feira, 16 de maio de 2022
23.9 C
Vitória

Mazinho deixa o PSD, se abriga no ninho tucano e disputa a Assembleia

O ex-vereador de Vitória, Edmar Lorencini dos Anjos, mais conhecido como Mazinho dos Anjos (PSD), foi  eleito em 2016, aos 35 anos, com 3.090 votos. Crítico da gestão do então prefeito, Luciano Rezende (Cidadania), o advogado não quis saber de reeleição e disputou a cadeira de prefeito, quatro anos depois, alcancaçando quase 12 mil votos nas eleições de 2020. Quem acabou assumindo a prefeitura foi o deputado Lorenzo Pazolini (Republicanos), que obeteve mais de 102 mil votos, derrotando no segundo turno o ex-prefeito de Vitória, João Coser (PT).

Seu nicho político é a região da Praia do Canto e bairros vizinhos. Passados dois anos, Mazinho dos Anjos deixou o PSD e assinou a sua filiação no PSDB, comandado no Estado pelo deputado Vandinho Leite, candidato à reeleição.

“É com grande satisfação que anuncio que acabo de ingressar no PSDB para concorrer ao cargo de deputado estadual. Tenho certeza de estar no lugar certo, o PSDB é um partido forte, com história e lideranças com as quais eu me alinho”, disse em nota enviada à imprensa.

Nesta nota Mazinho deixa algumas pistas do caminho que deve seguir dentro do partido e cita  “em especial o deputado estadual Sergio Majeski e o ex-senador Ricardo Ferraço. São nomes que fazem parte da minha trajetória política. Majeski foi o principal nome a me apoiar na candidatura a prefeito, agora devemos fazer uma chapa forte, ele para federal, eu na estadual. Recebi convites de vários partidos, mas a história tucana pesou na decisão”, escreveu.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Relacionados

- Publicidade -